Copagril – Sou agro com orgulho
Municípios Sem capacidade de atendimento

Prefeitura de Toledo emite nota comunicando colapso no sistema de saúde

(Foto: Divulgação)

A Secretaria de Saúde de Toledo emitiu um comunicado, nesta quinta-feira (10), informando que não há mais capacidade de atender a demanda de novos pacientes graves no Pronto Atendimento Municipal Doutor Jorge Nunes (PAM/Mini Hospital). Neste momento, 23 pacientes encontram-se intubados no local e sem previsão de transferência para unidade de terapia intensiva (UTI).

Há risco, inclusive, de pacientes terem que esperar por atendimento em ambulâncias. Confira aqui.

Em virtude da situação, a Secretaria de Saúde de Toledo convocou uma reunião virtual para expor a gravidade da situação a todas as autoridades de saúde da 20ª Regional de Saúde, bem como o Samu, prefeitos e secretários da região, representantes dos hospitais e demais entidades.

A Secretaria de Saúde reafirmou que todos os esforços estão sendo feitos, desde o início da pandemia, para ampliar o atendimento, porém neste momento não há mais capacidade de absorver pacientes por falta de estrutura física, equipamentos, insumos e recursos humanos.

No início da pandemia – março de 2020 – haviam quatro respiradores no PAM. Em março deste ano, no ápice da segunda onda do coronavírus, chegou-se a 18 pacientes intubados. Agora, são 23 aguardando transferência para UTI. A falta de UTI’s na macrorregião resulta em 181 pacientes esperando por leitos neste momento.

Mesmo com a situação grave, os pacientes com sintomas gripais devem procurar o atendimento ambulatorial no PAM e na unidade para atendimento de pacientes sintomáticos instalada na UBS Cosmos.

“O momento é crítico e pedimos à população que só saia em situações de extrema necessidade. Usem a máscara corretamente, mantenham o distanciamento e façam a higienização das mãos frequentemente”, consta na nota da Prefeitura de Toledo.

 

Com assessoria

Casa do Eletricista – Energia Solar

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

 

TOPO