Copagril
Municípios De volta à prefeitura

“Pretendemos atuar de forma mais direta na indústria, comércio e agricultura”, diz Kuns

Secretário de Desenvolvimento Econômico de Quatro Pontes, Rudi Kuns: “O agronegócio ainda é o carro-chefe e não podemos tirar o foco disso, mas precisamos olhar também para a indústria e para o comércio, que complementam e são setores importantes para o município” (Foto: Maria Cristina Kunzler)

 

Após quase quatro anos como chefe do Núcleo de Toledo da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), o ex-prefeito de Quatro Pontes, Rudi Kuns, retornou neste mês ao Poder Público quatro-pontense com a escolha do prefeito João Laufer em nomear o ex-gestor para comandar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que atua nas áreas do comércio, indústria e agricultura. A pasta até então era ocupada por Pedro Becker.

Há quase 30 dias no cargo, Kuns avalia que se trata de um novo desafio, embora já tenha em seu currículo experiência como secretário, vice-prefeito, prefeito e, mais recentemente, na Seab. “Mesmo assim o desafio é novo. São novas ações, uma nova realidade e precisamos entender também que o governo já está há dois anos em andamento e tem o seu orçamento. O objetivo principal é somar nessa administração para acrescentarmos algo a mais. Tenho essa experiência, mas principalmente quero acrescentar para que consigamos colocar em prática todos os projetos previstos pelo governo”, declarou, ao Jornal O Presente.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

Questionado sobre o que a comunidade pode esperar da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o novo chefe da pasta expõe que a maior parte da comunidade e dos servidores já conhece a sua forma de trabalhar e de fazer gestão. “Pretendemos atuar de forma mais direta na indústria, no comércio e também na agricultura, que hoje representa 72% da nossa arrecadação. O agronegócio ainda é o carro-chefe e não podemos tirar o foco disso, mas precisamos olhar também para a indústria e para o comércio, que complementam e são setores importantes para o município. Vamos desenvolver o trabalho focados em novas indústrias, bem como no fortalecimento do comércio e da agricultura”, declara.

 

Setor industrial

O secretário lembra que há em andamento negociações e existem grandes perspectivas de haver a instalação de novas indústrias no município, as quais visam agregar localmente renda e geração de empregos. “Esse ânimo todo é em decorrência de alguns fatores. Um deles é justamente o interesse de algumas indústrias, até de médio para maior porte, em se instalar em Quatro Pontes. E as razões são muitas vezes estratégicas, pois contamos com um corredor rodoviário e está em andamento a duplicação da BR-163, a região está em pleno desenvolvimento e Quatro Pontes oferece boa localização. Além disso, estamos mexendo no Plano Diretor, que é outro desafio, justamente para ampliar a área industrial levando-se em conta a rodovia. Essas indústrias vêm para Quatro Pontes, pois já estão trabalhando nisso”, garante.

Por outro lado, Kuns afirma que existe outra demanda no setor, que é voltada ao atual Parque Industrial. “Queremos concluir todas as ações dentro do Parque e regularizar o que precisa ser feito em termos de barracões, porque temos interesse que novas indústrias se instalem em Quatro Pontes, mas é preciso acomodar as indústrias que hoje já atuam aqui e não têm um local apropriado. Teremos isso como desafio agora pela frente. São ações que geram empregos diretos. A questão habitacional está sendo trabalhada no município e, consequentemente, precisamos também trabalhar a questão do emprego”, aponta.

 

Agronegócio

No entendimento do secretário, no que se refere ao agronegócio e diante da importância do setor para a economia local, a prefeitura precisa ser parceira do homem do campo. Ele admite, porém, que muitas vezes o Poder Público não consegue acompanhar com a mesma rapidez a evolução no setor rural. “Mas vamos fazer o possível para acompanhar. Em todos os aspectos estamos acompanhando. Acredito ser possível fazer mais e estaremos presentes, como na questão ambiental, de conservação de solo e água, equipamentos, enfim, vamos trabalhar com certeza”, destaca.

Perguntado de que forma a atuação na Seab pode contribuir agora com o cargo no Poder Executivo, o ex-prefeito menciona que o Núcleo de Toledo tem abrangência em 20 cidades, divididas em pequeno e médio porte. “Participávamos diretamente dentro da gestão dos convênios com cada prefeitura. Muita coisa é possível trazer para Quatro Pontes e dar certo. Essa experiência certamente vai somar muito para a gestão do município”, conclui.

 

 

O Presente

TOPO