Fale com a gente

Municípios Seis em investigação

Quatro Pontes confirma mais dois casos de dengue

Publicado

em

(Foto: Divulgação)

A possibilidade de epidemia de dengue já preocupa a Secretaria de Saúde de Quatro Pontes. Isso porque o número de casos subiu de dois para quatro em um dia. Parece pouco, mas pela quantidade de habitantes no município, a situação já é de alerta e há a necessidade de se aumentar as medidas preventivas por parte da população quanto à eliminação dos focos do mosquito Aedes aegypti.

O boletim de ontem (16), atualizado pelo Departamento de Vigilância em Saúde, registra ainda 12 notificados, seis em investigação e aguardando resultado e dois descartados. As agentes de endemias, com o apoio de servidores da Secretaria de Obras, Urbanismo e Transportes, já estão realizando o trabalho de bloqueios contra os criadouros, visto que há muitos focos de larvas.

A aplicação de inseticida para o controle do mosquito Aedes aegypti ocorre por meio de nebulização com o aparelho Ultra Baixo Volume (UBV) costal e ao ver a equipe os munícipes precisam facilitar a entrada. Também deve-se deixar as portas e as janelas abertas, assim o inseticida se espalhará e atingirá os mosquitos da residência. Ainda é preciso prender os cachorros e proteger, cobrir ou deixar os animais pequenos, como pássaros, em cômodo isolado durante a pulverização. É essencial, ainda, tomar cuidado para não ficar exposto ao jato do inseticida, além de não deixar roupas no varal e não se aproximar do operador da bomba.

Pedidos

A Secretaria de Saúde, através das agentes de endemias, pede para a população cuidar de suas residências, com vistorias frequentes em calhas, caixas d’água, vasos de plantas, ralos, bandejas de geladeiras, potes de água dos animais e todos os materiais expostos ao ar livre que possam acumular água.

Nas escolas, a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes iniciou uma campanha de orientação, solicitando aos pais ou responsáveis legais a aplicação de repelente nas crianças e que incluam o produto no material escolar. Denúncias devem ser feitas através do telefone da ouvidoria do SUS do município, no 98804-2060.

 

Com assessoria

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Facebook