Ecoville – Maior rede de limpeza
Ford Show Rural
Municípios Amplo investimento

Quatro Pontes planeja maior programa de pavimentação do município

Linha Itá é um dos locais contemplados em Quatro Pontes com pavimentação de pedras irregulares (Foto: Vanderleia Kochepka)

 

A produção rural ainda tem um forte peso na economia dos municípios da região. Embora o setor industrial cresça a cada ano, muitas indústrias dependem do agronegócio para transformar a matéria-prima em produto final, como, por exemplo, o leite em queijos, iogurtes e concentração do soro; a soja e milho em ração; o frango e suíno nos mais diversos tipos de cortes e embutidos, agregando valor.

Diante da importância para a economia, investir em meios para que o homem do campo tenha condições de produzir cada vez mais e melhor e facilitar o escoamento da produção é um dos focos da Prefeitura de Quatro Pontes. Além de diversos incentivos que são concedidos, o município planeja colocar em prática o maior programa de pavimentação rural de sua história.

Casa do eletricista MINIESCAVADEIRA

Com um território aproximado de 114,3 quilômetros quadrados, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2018, a prefeitura pretende entregar até final de 2020 um total de 21 quilômetros de asfalto no interior, em torno de 18 quilômetros de camada asfáltica sobre pedras irregulares e cinco quilômetros de pedras irregulares em parceria com a Itaipu.

“Com certeza será o maior programa de pavimentação que o município já teve. O benefício será muito grande em prol dos agricultores também para o escoamento da produção e deslocamento do interior para a cidade. Se fizermos a conta, este é o melhor investimento que podemos realizar, pois mantemos desta forma o agricultor no campo e facilitamos para o município o transporte escolar, bem como o deslocamento do agricultor para a cidade”, enaltece o prefeito João Laufer em entrevista ao Jornal O Presente.

 

PARCERIAS

Por meio de uma parceria com os agricultores, a prefeitura planejou um programa em que o produtor adquire o estabilizante sólido Dynabase, o município faz a base e depois é feita a licitação do asfalto. Neste molde devem ser feitos em torno de cinco quilômetros de pavimentação.

Há, ainda, investimentos do Governo do Estado, viabilizados por meio do deputado estadual Marcel Micheletto (PR), além de R$ 300 mil da gestão estadual passada, que serão destinados para pavimentação no interior.

Dentre as comunidades atendidas, menciona Laufer, está a Linha Sanga Leão, na saída para a BR-163.

Por parte do governo federal, pouco mais de um quilômetro foi viabilizado para a Linha Souza Naves pelo ex-deputado Dilceu Sperafico (PP) e que agora está sob os cuidados do deputado federal José Carlos Schiavinato (PP).

 

FINANCIAMENTO

Por outro lado, a prefeitura encaminhou um pedido de financiamento de R$ 2 milhões junto à Caixa Econômica Federal com o objetivo de fazer aproximadamente dez quilômetros de asfalto rural. “Pretendemos reunir os agricultores das linhas onde vamos firmar parceria. Já existem várias comunidades que demonstraram interesse”, comenta o prefeito, frisando que os trechos que serão atendidos ainda não foram definidos.

Para que este pedido de financiamento tenha andamento ainda será preciso ter aprovação de projeto da Câmara de Vereadores. “Se a Câmara aprovar o projeto vamos reunir os agricultores. Provavelmente vamos executar uma parte em Flor da Serra, outra na Linha São José e Linha São João. Na Linha Sanga Funda há um trecho em que o pessoal demonstrou interesse em fazer. Vamos reunir as comunidades e executar a obra onde haverá parceria com os agricultores. E se alguma comunidade não for contemplada agora, com certeza a próxima gestão dará continuidade a este trabalho. Sempre digo que onde tem estrada e acesso melhor as empresas vêm e investem em aviários, chiqueirões e até na parceria que está sendo feita hoje na piscicultura. Então onde tem acesso mais adequado é mais fácil conseguir entrar uma empresa”, declara o gestor quatro-pontense.

 

CAMADA ASFÁLTICA

Ainda na área de pavimentação, outra frente de trabalho do município pretende cobrir cerca de seis quilômetros de pedras irregulares já existentes com camada asfáltica, como na saída para Flor da Serra, na Granja Becker e fábrica de ração Becker’s, Linha Água Verde e Linha São José. Para isso, serão utilizados equipamentos adquiridos por meio de uma parceria com a Itaipu. “Outra parceria com a Itaipu também prevê trecho de pedras irregulares na Linha Souza Naves e Itá”, menciona. “Acredito que conseguiremos cobrir com asfalto em torno de 80% das nossas pedras irregulares”, enaltece João Laufer, que emenda: “Temos essas parcerias que estamos formalizando para deixar o município bem organizado e para que, desta forma, os investidores possam investir mais em Quatro Pontes”, conclui o prefeito.

 

O Presente

 

Prefeito de Quatro Pontes, João Laufer, e o vice-prefeito Tiago Hansel: prefeitura encaminhou um pedido de financiamento junto à Caixa para ter acesso a R$ 2 milhões visando executar em torno de dez quilômetros de asfalto rural (Foto: Maria Cristina Kunzler/OP)

TOPO