Municípios 42 pessoas isoladas

Quatro Pontes registra aumento de casos novos e ativos de Covid-19

(Foto: Divulgação)

O ano de 2022 iniciou com um sinal de alerta para Quatro Pontes. É que já no dia 30 de dezembro, o município voltou a ter um caso novo e ativo da Covid-19, após ficar pouco mais de 30 dias sem nenhum registro. De lá até hoje (10), mais três foram confirmados, somando quatro novos e ativos casos do novo coronavírus. Conforme o boletim do Setor de Epidemiologia, também há 42 pessoas isoladas e dez suspeitos, ou seja, no aguardo do resultado de exame. Desde o início da pandemia até o momento, já são 808 casos confirmados da doença.

O aumento, segundo o secretário de Saúde, Marco Antônio Wickert, se deve às festas de fim de ano, quando as pessoas começaram a se reunir mais. Ele alerta que as medidas devem continuar sendo seguidas, evitando ao máximo a aglomeração de pessoas, pois o aumento de casos no Estado inteiro é alto. “Precisamos, realmente, que as pessoas continuem se cuidando. Façam uso da máscara e álcool gel. Também pedimos a todos os comerciantes que permaneçam firmes, seguindo as medidas e cobrando dos clientes, pois não estamos livres desse mal. Evitem, ainda, aglomerações, seja entre os amigos ou familiares. Fiquem em casa. É preciso se proteger, pois uma nova onda de muitos casos está ocorrendo. É muito preocupante. Estávamos conseguindo liberar cirurgias eletivas, mas já se comenta em cancelamento, a fim de destinar os leitos aos pacientes com Covid-19. Pedimos à população que colabore. Quem ainda não se vacinou vá à Sala de Vacinas para receber o imunizante. Coloque a 2ª dose em dia e também tome o reforço”, diz.

[ Publicidade ]
Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

Orientação

[ Publicidade ]
Nied maio 2022 Y

Wickert reforça que é indispensável a conscientização coletiva, ou seja, todas as pessoas que circulam no município, tem comércios ou indústrias. Os cuidados essenciais devem ser mantidos diariamente, principalmente o uso de máscara cobrindo completamente o nariz e a boca, além de manter os ambientes bem ventilados e o distanciamento de pelo menos dois metros, evitar reuniões/encontros, especialmente em locais com pouca ventilação, lavar as mãos frequentemente, usar álcool gel 70% e limpar e desinfetar objetos que são usados repetidamente.

Vacina

Mesmo que um grande número de pessoas já recebeu a vacina contra a Covid-19, o secretário afirma que não é hora de relaxar com os cuidados que evitam a disseminação do coronavírus. Segundo ele, a atenção em situações cotidianas é necessária porque mesmo que a vacina ofereça uma grande proteção contra a Covid-19, principalmente nos casos mais graves da doença, a pessoa vacinada ainda pode contrair e disseminar o vírus. Além disso, enquanto a maioria da população não estiver vacinada a possibilidade de contaminação ainda existe. É por isso que quem não tomou a primeira dose, está com a segunda em atraso ou já deve tomar a dose de reforço precisa procurar a Sala de Vacinas para receber o imunizante.

 

Com assessoria

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO