Ecoville – Maior rede de limpeza
Municípios Toledo

Respiradores do Hospital Regional serão utilizados em casos mais graves

(Foto: Fabio Ulsenheimer)

Entre as medidas de enfrentamento à pandemia do coronavírus, a Prefeitura de Toledo firmou parceria com a Associação Beneficente de Saúde do Oeste do Paraná (Hoesp), também conhecida como Hospital Bom Jesus, para a utilização de leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da instituição.

A parceria foi anunciada ontem (23) pelo prefeito Lucio de Marchi, secretária de Saúde, Denise Liell, e pela diretora superintendente da Hoesp, Zulnei Bordin, durante transmissão realizada nas redes sociais da prefeitura para divulgar novas informações sobre o coronavírus.

Casa do eletricista PRESSURIZADORES

A secretária de Saúde explicou que o município tem adquirido para o Hospital Regional a quantia de 16 equipamentos respiradores. “Estamos colocando em uso para uma possível necessidade. Além disso, faremos a busca nos demais municípios da região para saber o que poderão nos ofertar. O Hoesp está disponibilizando a estrutura da instituição, e isso é uma soma de esforços não só do município e do Hospital Bom Jesus, mas de todos”, evidenciou Denise.

Os equipamentos do Hospital Regional serão utilizados pela 20ª Regional de Saúde, que atende Toledo e outros municípios da região. “Nesse momento temos que pensar na coletividade. São 400 mil habitantes que necessitam desta rede de apoio. Há a necessidade de termos equipes extras e estamos trabalhando com nossos profissionais do quadro de servidores municipais, mas a parceria é necessária. Vai chegar um momento que todos serão convocados para a linha de frente”, declarou a secretária de Saúde.

“Como nós suspendemos as cirurgias eletivas, temos hoje disponibilidade de leitos. Será possível montar 16 leitos de UTI. Será no setor de pediatria, que será transferido para outro local, e terá acesso exclusivo de entrada, não passaria por todo o hospital para dar acesso a essa unidade. Claro que para isso contamos com a ajuda dos municípios para liberar equipe médica e de enfermagem”, explicou Zulnei.

Conforme o prefeito, esta é a melhor alternativa para o momento. “Estamos nos preparando e avançando no sentido de liberar uma ala no Hospital Regional específica para esses atendimentos clínicos, mas no momento essa parceria é a melhor opção que temos. Todas as medidas que estão sendo tomadas são para a proteção da vida”, destacou.

 

Com assessoria

 

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO