Municípios Crítica à Copel

Sem eletricidade desde sexta-feira, produtor de Pato Bragado reclama: “Estou esperando de joelhos”

(Foto: Divulgação)

Milton Führ, residente na Linha Progresso, em Pato Bragado, está desde sexta-feira (21) sem acesso à energia elétrica em sua propriedade rural.

Segundo o produtor, somente a sua propriedade encontra-se nesta situação. “O fio foi rasgado cerca de 17 horas da tarde na sexta-feira e depois disso eu não tenho mais luz”, relata ele.

Casa do Eletricista – RETOMA

Muitas ligações foram feitas à Companhia Paranaense de Energia (Copel), conforme Fürh, mas nada foi feito até então. “Eles mandam esperar que alguém vai aparecer. Desde sexta estou esperando de joelhos”, lamenta, emendando que além de ligar para a Copel, também acionou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel): “Eles disseram que vão resolver, mas estou sem saber o que fazer”.

O produtor diz nunca ter atrasado um recibo para sofrer com o não fornecimento de eletricidade. “Os tratadores do chiqueiro estão desligados. Minha sorte é que vendi as vacas, senão teria outro problema. Nós pagamos (as contas) e está desse jeito aí”, lastima.

 

O Presente com Rádio Difusora

 

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO