Municípios Macrorregião oeste

Taxa de ocupação dos leitos de UTI para Covid-19 chega a 100% em Cascavel, diz prefeitura

(Foto: Divulgação)

A Secretaria de Saúde de Cascavel informou nesta quinta-feira (28) que foram ocupados todos os leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com sintomas da Covid-19.

Segundo o município, até que esses 10 leitos sejam desocupados, os pacientes com sintomas do novo coronavírus, que precisem de um leito de UTI, deverão ser levados para as unidades das seis cidades da região.

Casa do Eletricista – RETOMA

Até a publicação desta reportagem, os municípios de Palmas, Pato Branco, Francisco Beltrão, Foz do Iguaçu, Toledo e Assis Chateaubriand, tinham disponíveis, ao todo, 44 leitos de UTI para casos da Covid-19.

Conforme a secretaria, a macrorregião oeste conta com 71 leitos de UTI para pacientes com sintomas do coronavírus. Destes, 27 estão ocupados.

De acordo com a prefeitura, o risco de haver um colapso no sistema de saúde de Cascavel é alto.

Cascavel tem 321 casos confirmados do novo coronavírus e sete pessoas morreram vítimas da doença, conforme o boletim de quarta-feira (27) da Secretaria Municipal de Saúde.

 

MACRORREGIÃO OESTE

Dentre as cidades, depois de Cascavel, Assis Chateaubriand tem a pior taxa de ocupação de leitos na região. A ocupação no município é de 70% nesta quinta-feira.

A secretaria informou ainda que a macrorregião oeste do Paraná é a pior em relação ao número de leitos ofertados por milhão de habitantes. Ou seja, a região oferece um leito de hospital para cada 27,4 mil moradores.

 

Com G1

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO