Pref. MCR – OktoberFest MCR 2019
Municípios Projeto em andamento

Unioeste pode sediar primeira Escola de Turismo do Brasil

Fotos: Divulgação

Na última segunda-feira (16) foi realizada uma reunião em Brasília com o objetivo de discutir a instalação de uma Escola de Turismo na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) no campus de Foz do Iguaçu. A ideia é profissionalizar o maior número de pessoas na área de hotelaria, gastronomia e serviços gerais relacionados ao turismo, além de dar a chance de mais um curso para Unioeste, gerar emprego, desenvolvimento e impulsionar ainda mais o turismo na cidade.

A reunião foi conduzida pelo Secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Ministério do Turismo, Aluizer Malab. Participaram o deputado federal Nesli Coleguetto Maria (Vermelho), representantes do Governo do Estado e dirigentes da Unioeste, o reitor Paulo Sérgio Wolff, o vice-reitor Moacir Piffer e o diretor Geral do campus de Foz do Iguaçu, Fernando José Martins.

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

Na ocasião, o reitor, Paulo Sérgio Wolff, agradeceu os Ministérios de Educação e Turismo pela confiança na Universidade e espera que esse convênio a ser assinado seja uma referência no país. “Além de cumprir o papel de formar bons cidadãos, que nós possamos desenvolver um trabalho social. O turismo tem um potencial muito grande, principalmente em Foz do Iguaçu. Assim, nós vamos conseguir qualificar e capacitar esse aluno.”

O professor Fernando José Martins conta que foi uma reunião muito exitosa com muitas ideias para a Escola Nacional. “O projeto visa organizar uma instância em parceria com o município, universidade, estado e principalmente o meio turístico. Então esse é um espaço de formação crucial no desenvolvimento do turismo brasileiro”, finaliza.

O deputado federal Vermelho afirma que esse empreendimento é em prol do turismo nacional. “A Escola vai somar muito para Foz do Iguaçu, para o Paraná e para o Brasil. Acima de tudo, vai somar na questão do turismo. Quando se fala em preparar as pessoas profissionalmente para receber o turista, é um grande feito que estamos fazendo para o Brasil”.

O secretário Aluizer Malab, explicou que ainda não há prazos ou investimento definidos, já que o projeto detalhado está sendo apresentado ao Ministério do Turismo. “Definimos que vamos ter uma escola-modelo em turismo, que vai formar um profissional pronto para atender as demandas do setor, com base em conceitos contemporâneos frente às mudanças tecnológicas”, explicou. A ideia, segundo o secretário, é levar futuramente o modelo para outras regiões do Brasil.

Dessa forma, a ideia é futuramente ampliar o projeto para todo o país, além de promover o reconhecimento da importância da cidade para o turismo nacional.

Com assessoria

TOPO