Policial

Após prisão de criminosos envolvidos em tentativa de assalto, menor confessa roubos de caminhonetes em Marechal Rondon

Adolescente de 17 anos já tem passagem pela polícia por ato infracional análogo ao crime de homicídio. Conforme o delegado, além de praticar os roubos, ele também seria o mandante das ações
Delegado de Polícia Civil, Diego Valim: “Dois maiores já estão identificados e serão interrogados. Agora, com a apreensão do menor, poderemos chegar a novos suspeitos” (Foto: Arquivo/OP)

Duas pessoas envolvidas em uma tentativa de assalto registrada na manhã de terça-feira (10) em uma residência na Rua Presidente Costa e Silva, no Bairro Ana Paula, em Marechal Cândido Rondon, foram detidas e autuadas em flagrante na Delegacia de Polícia Civil.

Os elementos, sendo um jovem de 19 anos e um adolescente de 17, tentaram assaltar um casal de idosos que mora na residência.

Eles estavam armados com faca e revólver, mesmo assim os moradores reagiram.

O assaltante, que estava em posse da arma, efetuou alguns disparos, um inclusive acertou o teto da residência, e agrediu com coronhadas o idoso de 68 anos.

A mulher, de 66, ainda teria lutado com o elemento armado com a faca e acabou sofrendo ferimentos generalizados.

Na sequência, os assaltantes fugiram sem levar nada, uma vez que o alvo era uma caminhonete Mitsubishi L200 Triton pertencente ao casal.

Os jovens fugiram em direção à Avenida Rio Grande do Sul, mas vizinhos, percebendo a movimentação suspeita, acionaram a Polícia Militar e durante as buscas um dos suspeitos acabou sendo localizado no cruzamento das ruas Pernambuco com Dom Pedro I.

Ele confessou a participação no crime e também delatou o adolescente envolvido, que foi localizado em uma residência na Rua Rio de Janeiro. Com o maior foi encontrado um revólver calibre 38, com quatro munições, sendo duas deflagradas e duas intactas, escondidas na bota, além de uma porção de maconha. Ele apresentava lesão na mão esquerda e sangue nas vestes e foi reconhecido pelas vítimas como um dos autores.

O adolescente também confessou participação no crime. Os dois acusados foram detidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil.

O casal foi encaminhado para atendimento médico por conta dos ferimentos.

 

Ficha extensa

Conforme o delegado de Polícia Civil, Diego Valim, tanto o maior quanto o adolescente já possuem passagens pela polícia, sendo que ao menor estão sendo imputados os últimos assaltos com roubos de caminhonetes ocorridos no município. Ele teria participação em pelo menos cinco roubos e confirmado durante interrogatório a sua ação em três deles, mais a tentativa de assalto na terça-feira.

O adolescente, inclusive, já ficou internado por ato infracional análogo ao crime de homicídio quando tinha apenas 12 anos e agora também responderá pelos roubos de caminhonetes. Segundo o delegado, um novo pedido da medida socioeducativa de internação do menor já foi realizado.

Os últimos dois roubos de caminhonetes registrados no município teriam sido praticados pelo menor acompanhado de outros dois maiores, de 20 e 23 anos, que já estão detidos na cadeia pública de Marechal Rondon desde o último dia 22 de setembro. “Como os antigos comparsas estão presos, o menor convidou esse outro jovem para ajudar. Ele (menor) é quem arquiteta as ações criminosas, bem como monitora os veículos e as residências roubadas”, diz o delegado.

 

De acordo com Valim, o menor tem participação confirmada nos roubos dos dias 09, 14 e em uma tentativa de assalto no dia 11 de setembro, quando também houve disparos de arma de fogo efetuados pelo adolescente, que dois dias antes observou a movimentação dos moradores e o veículo que possuíam.

Além disso, o menor também é suspeito de ter participado da tentativa de roubo de uma caminhonete no dia 29 de agosto, ação na qual a vítima foi alvejada com um tiro na perna. O menor, contudo, alega que não teve envolvimento nesse crime e que, inclusive, os maiores não o haviam comunicado sobre a prática do roubo.

O adolescente reside no Bairro Vila Gaúcha e já teria sido ouvido pela polícia na época da prisão dos outros dois envolvidos nos roubos, mas foi liberado por não ter mandado de apreensão e internação.

 

Revezamento

Valim comenta que o grupo de criminosos se reveza para praticar os crimes, ainda mais agora que dois dos suspeitos estão atrás das grades. “Foi o que aconteceu nessa última tentativa de assalto, em que um indivíduo que, até então, não teria participado de nenhum outro roubo aceitou cometer o crime junto com o menor”, relata, acrescentando: “Alguns elementos participaram de vários roubos, já outros que estão sendo investigados participaram cada um de apenas uma ação”. O delegado afirma que há pelo menos mais dois indivíduos suspeitos de participar de alguns dos roubos de caminhonetes. “Dois maiores já estão identificados e serão interrogados. Agora, com a apreensão do menor, poderemos chegar a novos suspeitos”, menciona.

 

Cuidado

A tentativa de assalto seguiu os mesmos moldes dos crimes anteriores, mas dessa vez sem o roubo da caminhonete, uma vez que as vítimas reagiram. O delegado, contudo, reforça para que em situações como essa as vítimas nunca reajam à ação dos assaltantes, uma vez que os danos podem ser fatais.

O casal de idosos ainda deve ser ouvido pela Polícia Civil.