Esportes

De Margarida para a Seleção Brasileira de Vôlei

Atleta da equipe Colégio Martin Luther/Sicoob/Marechal Rondon, Larissa Besen estreia hoje (18) no Mundial Sub-18 em jogo contra a Bielorússia
Central rondonense Larissa Besen: expectativa positiva ao Mundial, em sua segunda passagem pela Seleção Brasileira (Foto: Divulgação)

A central Larissa Besen, que possui inúmeras conquistas em conjunto com a equipe do Colégio Evangélico Martin Luther/Sicoob/Marechal Cândido Rondon e com a Seleção Paranaense, entra em quadra hoje (18), às 10 horas, na partida em que a Seleção Brasileira enfrenta a Bielorússia. A disputa em questão é o Mundial de Vôlei Feminino Sub-18, que acontece na Argentina. Como não poderia ser diferente, a expectativa da rondonense é a melhor possível para a competição.

A jovem de 16 anos, que é natural do distrito de Margarida e mede 1,90 metro, é um dos destaques do Projeto Feras do Vôlei, desenvolvido há anos em Marechal Rondon. Esta é a segunda passagem da rondonense pela Seleção Brasileira de Vôlei, sendo a primeira delas em 2016, quando o Brasil conquistou a medalha de Ouro no Campeonato Sul-Americano.

Larissa está entre as 12 jogadoras confirmadas para defender a Seleção Brasileira no Mundial. O Brasil está no grupo B, formado por Bielorrússia, México, Estados Unidos e Rússia. A competição será realizada entre hoje e o próximo dia 27, quando será conhecida a seleção campeã.

 

Jogos

A próxima partida da Seleção Brasileira será no domingo (20), às 10 horas, diante do México. Ao meio-dia de segunda-feira (21) o Brasil medirá forças com os Estados Unidos e na terça-feira (22), às 12 horas, enfrenta a Rússia. Após esses confrontos serão conhecidos os classificados às próximas fases do Mundial.

 

Superação

De acordo com a rondonense, a preparação ao Mundial conduzida pelo técnico Maurício Thomas foi de atividades intensas, estimulando o melhor aproveitamento das partes física e psicológica das atletas. “O Brasil caiu em uma chave muito difícil, então os jogos serão duros e exigirão muita atenção de todas as jogadoras. Os nossos adversários têm bloqueio e ataque muito fortes, mas com união podemos superá-los”, enaltece Larissa.

Ela diz estar motivada para representar o Brasil da melhor maneira. “Estar na Seleção é o sonho de todo atleta, por isso vou jogar com muita garra, sendo que a meta da comissão técnica é que o Brasil se torne campeão mundial”, enfatiza.

A rondonense possui convites de equipes de outros Estados para atuar, portanto está focada em treinar pesado e evoluir constantemente para se tornar jogadora profissional. “Sempre treinei em Marechal Rondon, sendo o Colégio Martin Luther o meu primeiro time. Agradeço ao técnico Miro (Claudemiro Vieira dos Santos) e às jogadoras da nossa equipe. A comissão técnica do Colégio Martin Luther acredita no meu potencial e no de outras meninas, por isso o projeto está se destacando”, ressalta.