Paraná Efeito do tempo chuvoso

Defesa Civil do Paraná registra três ocorrências a cada dois dias por causa do tempo

Muro caiu em cima de 11 carros, em Curitiba (Foto: Reprodução/RPC)

A noite do último domingo (07) foi de insônia para alguns moradores de um condomínio localizado na Rua Luiz Ronaldo Canalli, no bairro Campo Comprido. O motivo, porém, não foi a famosa “síndrome de segunda-feira”, e sim uma ocorrência provocada pela chuva que atingiu Curitiba. É que um muro que tinha aproximadamente dois metros de altura e desabou por causa do aguaceiro, destruindo 11 veículos (10 carros e uma moto) que estavam estacionados numa garagem.

O episódio foi registrado por volta das 22 horas de domingo e a maior parte dos veículos atingidos sofreu perda total. Felizmente, ninguém se feriu e área foi isolada pela Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), dado o risco de outra parte do muro sucumbir.

Casa do Eletricista – Clorador Agosto

Ocorrências assim, relacionadas à chuvas e outros problemas ambientais, estão longe de ser uma raridade no Paraná. Segundo o Sistema Informatizado de Defesa Civil, a cada dois dias o órgão registrada uma média de três ocorrências no estado. Entre 1º de janeiro de 2017 e 8 de abril de 2019 foram 1.149 registros, com 41 mortes. Apenas neste ano já tivemos 133 casos em 100 dias, com 71 municípios atingidos, 29.963 pessoas afetadas e quaro óbitos.

Ainda assim, os números apontam para uma redução na comparação com o mesmo período do ano passado, quando a Defesa Civil já havia registrado 163 ocorrências em 101 municípios em pouco mais de três meses, com 67.430 pessoas afetadas e sete mortes.

 

“Apartamentos chegaram a tremer”, disseram moradores sobre a queda de muro

Moradores do condomínio cujo muro desabou relataram que, logo após o indicente, o estrondo foi tão forte que os apartamentos chegaram a tremer. A área residencial, contudo, não foi afetada pelo episódio, provocado pela infiltração no solo e o aumento na sobrecarga da estrutura.

Agora, a pergunta que fica é quem terá de arcar com o prejuízo material, uma vez que muitos moradores não possuíam seguro para seus carros. De acordo com a síndica do residencial, Marilene Casemiro da Silva, o condomínio possui seguro e a empresa já foi acionada para fazer uma avaliação. Ainda não se sabe, entretanto, se os moradores do conjunto residencial serão ressarcidos graças a esse seguro ou se terão buscar outras formas de fazerem valer os seus direitos – por exemplo, entrando com uma ação judicial.

 

Ocorrências por causa de efeitos do clima

2019

  • Municípios atingidos: 71
  • Ocorrências: 133
  • Pessoas afetadas: 29.963
  • Óbitos: 4

 

2018

  • Municípios atingidos: 194
  • Ocorrências: 429
  • Pessoas afetadas: 144.612
  • Óbitos: 17

 

2017

  • Municípios atingidos: 232
  • Ocorrências: 587
  • Pessoas afetadas: 193.134
  • Óbitos: 20

 

TOTAL

  • Ocorrências: 1.149
  • Óbitos: 41

 

Com Bem Paraná 

TOPO