Fale com a gente

Paraná Imunização

Dia D contra a gripe no Paraná tem expectativa de ter vacinado 200 mil; balanço sai semana que vem

Além da vacina contra a gripe, também foi possível colocar em dia a carteirinha da rotina vacinal

Publicado

em

(Foto: Sesa)

Mais de 10 mil profissionais da saúde atuaram neste sábado (13) no Dia D de mobilização para a Campanha de Vacinação Contra a Gripe, promovida pelo Governo do Estado, em parceria com os municípios de todo o Paraná. Antes mesmo das oito horas, a movimentação já era intensa nas mais de 1.300 salas de vacinação espalhadas pelos municípios.

As 22 Regionais da secretaria estadual da Saúde (Sesa) organizaram ativamente, junto aos municípios de abrangência, várias ações específicas e estratégicas para chamar a atenção e atrair a população para esta iniciativa. A expectativa da Sesa era aplicar cerca de 200 mil vacinas em todo território, mas ainda será realizado um balanço no decorrer da semana.

Com apoio também do Ministério da Saúde, a ação teve como principais objetivos vacinar os grupos elencados para a vacina da gripe e a atualização da carteirinha com os imunizantes de rotina do calendário vacinal.

Muitos idosos aproveitaram o dia para irem aos postos de vacinação neste dia D, que fez parte da 26ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe, iniciada em 25 de março. Segundo dados do Vacinômetro do Ministério da Saúde, desde o início da campanha 357.892 vacinas foram aplicadas no Paraná, perfazendo 9,20% de cobertura dentre 4.574.841 pessoas elencadas como público-alvo.

Além dos idosos, também puderam receber a vacina da gripe pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independentemente da idade), como pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, quilombolas, trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso), trabalhadores portuários, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas (entre 12 e 21 anos).

James Hase, morador de Curitiba, de 29 anos, não faz parte do grupo prioritário da vacina da gripe, mas aproveitou o dia de mobilização para colocar em dia a carteirinha. Ele atualizou quatro vacinas atrasadas (febre amarela, tétano, hepatite e tríplice viral), e apesar das quatro picadas, está mais tranquilo com a prevenção e cuidado da saúde.

Paraná tem mais médicos por habitantes do que a média nacional, aponta pesquisa
“Coloquei tudo em ordem minhas vacinas que estavam fora do prazo. Acho muito importante e aproveitei esse sábado para fazer esse ato tão importante, disse.

Com AEN

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Continue Lendo

Copyright © 2017 O Presente