Ecoville – Maior rede de limpeza
Paraná Gol e Duster

Governo vai entregar 54 carros para atender pequenos agricultores

(Foto: Divulgação/SEAB)

Os extensionistas rurais que participam de ações do projeto Renda Família Paranaense/Agricultor Familiar terão maior facilidade e agilidade para atendimento a pequenos agricultores. Na próxima semana serão entregues 54 veículos novos destinados a este trabalho. A entrega será feita em 24 de julho na sede da Emater, pelas secretarias de Estado da Justiça, Família e Trabalho e da Agricultura e do Abastecimento.

São 32 Volkswagen Gol e 22 Renault Duster adquiridos com recursos do Programa Família Paranaense, por meio de contrato do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), totalizando R$ 2,5 milhões.

Casa do eletricista TRATAM. E ACESS.

O programa Renda Agricultor Familiar atende 5,6 mil famílias rurais em situação de vulnerabilidade social em 156 municípios paranaenses. Elas recebem de R$ 2 mil a R$ 3 mil para investir em ações de saneamento básico, produção de alimentos para autoconsumo e venda de excedentes, além de apoio a processos produtivos, como aquisição de insumos agrícolas, compra de ferramentas, máquinas e pequenos implementos, construção de instalações e acesso ao mercado.

“O valor total do projeto Renda Agricultor é de aproximadamente R$ 15 milhões, dos quais já foram repassados mais de R$ 11 milhões. Nossa intenção é ampliar o atendimento a mais 1,5 mil famílias até 2020”, explicou o secretário da Justiça, Ney Leprevost.

COMO FUNCIONA – O programa Renda Família Paranaense/Agricultor Familiar atende agricultores familiares que subsistem da produção de suas pequenas propriedades e que vivem no campo com renda per capita mensal de até R$ 170,00. Também estão inclusas as populações indígenas, quilombolas, faxinalenses e pescadores.

Os recursos são investidos na geração de renda e na melhoria da qualidade de vida, como pequenas reformas para saneamento básico, incentivo à produção para consumo próprio e impulso para o desempenho de atividades agrícolas, como compra de sementes, insumos e equipamentos.

Os extensionistas da Emater constroem, juntamente com a família beneficiada, um projeto de estruturação da unidade produtiva familiar, que pode abranger atividades em três áreas: saneamento básico, com construção de banheiro e proteção de fontes; produção para autoconsumo e apoio a processos produtivos, como geração de renda por meio de atividades agrícolas e não agrícolas.

 

Com AEN 

TOPO