Paraná Acho dentro de açude

Mãe com HIV confessa ter matado filho recém-nascido

A Polícia Civil de Itaquiraí esclareceu a morte de um recém-nascido, no Assentamento Aliança, que foi encontrado no dia 17 de dezembro de 2018 (Foto: O Presente)

A Polícia Civil de Itaquiraí esclareceu a morte de um recém-nascido, no Assentamento Aliança, que foi encontrado no dia 17 de dezembro de 2018, morto dentro de um açude em um dos lotes do assentamento. Naquela ocasião, não havia nenhuma informação sobre a identidade da autora ou autor do crime.

Durante as diligências realizadas pelos policiais, surgiram indícios de que autora do crime teria sido uma jovem de 25 anos, moradora do município.

Após ser intimada e ouvida, a mulher confessou a autoria do crime. No interrogatório, a autora declarou ser portadora do vírus da Aids e que praticou o crime por acreditar que o recém-nascido, também, estaria acometido pela doença. Declarou, ainda, estar arrependida pela prática do crime.

Após o indiciamento da autora pela prática do crime de homicídio qualificado, a mesma foi encaminhada ao médico legista para coleta de material genético, que será confrontado com o material genético coletado do recém-nascido para a realização de exame de DNA.

 

Com Correio do Lago e sites 

TOPO