Fale com a gente

Paraná Segurança pública

Menores taxas de homicídio do Paraná da última década foram entre 2019 e 2021

​A taxa de homicídios por 100 mil habitantes diminui 37% no Paraná 2011 a 2021, segundo o Atlas da Violência, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)

Publicado

em

(Foto: Albari Rosa/Arquivo AEN)

A taxa de homicídios por 100 mil habitantes diminui 37% no Paraná 2011 a 2021, segundo o Atlas da Violência (clique aqui), do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Ela passou de 32,1 para 20,2 no último ano analisado. As três menores taxas da série histórica aconteceram entre 2019 e 2021: 18,3/100 mil, 19,8/100 mil e 20,2/100 mil, respectivamente.

Esse é o melhor resultado do Sul no período. O Rio Grande do Sul registrou redução de 15,3% (de 19,4 para 16,4) e Santa Catarina, 24,4% (de 12,8 para 9,7). A queda nacional foi de 18,3% (de 27,4 para 22,4). De acordo com o estudo, foi a quinta maior queda entre os estados, atrás de Distrito Federal (-62,7%), Alagoas (-55,6%), São Paulo (-52,8%) e Minas Gerais (-44,5%). No recorte mais recente, de 2016 a 2021, a redução foi de 26,3% no Paraná.

O número absoluto de homicídios também caiu no Paraná, de 3.376 em 2011 para 2.348 em 2021, uma redução de 30,5%, também a maior do Sul. Rio Grande do Sul (-9,1%) e Santa Catarina (-12,2%) registraram variações menores. A média nacional foi de -9,4%.

Nesse recorte, os três menores números da série histórica também aconteceram entre 2019 e 2021: 2.095, 2.281 e 2.348, respectivamente. E a tendência é de manutenção. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, em 2022 e 2023 (até o momento) houve menos casos.

A taxa de homicídios por 100 mil de jovens na faixa etária de 15 a 29 anos também diminuiu na última década no Paraná, na faixa de 31,9% (de 64,2 para 43,7). Em números absolutos, é uma diferença de 600 pessoas. Em 2011 foram 1.668 homicídios nessa faixa etária, contra 1.048 em 2021. As mortes de crianças de 0 a 4 anos caíram 75%; entre 5 e 14 anos, 82,9%; e entre 15 e 19 anos, 57,6%.

O número de homicídios contra mulher também caiu no Paraná na última década, em torno de 30,4%, o dobro do recorte nacional, que diminuiu 14,7%. Os três menores indicadores do período também foram entre 2019 e 2021. O Paraná chegou em 2021 à menor taxa de homicídio de mulheres por 100 mil habitantes da série histórica recente, com 3,3. Em 2011 ela era de 5,1. Entre 2016 e 2021, a redução foi de 20%.

O Atlas da Violência também mostra que a taxa de homicídios por arma de fogo a cada 100 mil habitantes diminuiu 47,5% no Paraná entre 2011 e 2021, de 22,5 para 11,8.

Dados nacionais

Em 2021 houve 47.847 homicídios no Brasil, segundo o Atlas, o que corresponde a uma taxa de 22,4 mortes por 100 mil habitantes. Após a redução da letalidade entre 2017 e 2019, houve uma oscilação das taxas a partir de 2019, sendo que o indicador em 2021 se situou acima do patamar mínimo obtido em 2019.

Atlas da Violência

O Atlas da Violência é coordenado pelo Ipea em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Ele usa como base os dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) e do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde. O estudo também traz informações e análises com diferentes recortes específicos, como violência contra pessoas negras, contra a população LGBTQIAP+, pessoas com deficiência, indígenas e idosos.

Veja o comparativo entre Brasil e Paraná entre 2011 e 2021:

Taxa de homicídios por 100 mil habitantes

Brasil – de 27,4 para 22,4 (redução de 18,3%)

Paraná – de 32,1 para 20,2 (redução de 37,1%)

Taxa de homicídios por 100 mil habitantes de jovens de 15 a 29 anos

Brasil – de 53,5 para 49 (redução de 8,5%)

Paraná – de 64,2 para 43,7 (redução de 31,9%)

Taxa de homicídios por 100 mil habitantes de crianças de 5 a 14 anos

Brasil – de 2,3 para 1,3 (redução de 44,1%)

Paraná – de 2,4 para 0,5 (redução de 80,9%)

Taxa de homicídios por 100 mil habitantes de adolescentes de 15 a 19 anos

Brasil – de 47,2 para 38,6 (redução de 18,2%)

Paraná – de 57,4 para 29,0 (redução de 49,4%)

Taxa de homicídios de mulheres por 100 mil habitantes

Brasil – de 4,4 para 3,6 (redução de 19,7%)

Paraná – de 5,1 para 3,3 (redução de 34,6%)

Com Agência de Notícias do Estado do Paraná

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Copyright © 2017 O Presente