Paraná Relacionamento

Paraná está entre os Estados com mais inscritos em mídia social de relacionamento extraconjugal

Brasil reúne 138 mil membros da mídia social (Foto: Reprodução)

A Ashley Madison, líder mundial em relacionamento extraconjugal, está de olho no Brasil. E tem motivos de sobra. Curiosamente, com um total de mais de 8,9 milhões de membros, o Brasil atrai o maior número adúlteros fora da América do Norte. Há mais de 138.000 membros inscritos no Ashley Madison no Brasil mensalmente. O Brasil tem quase o dobro do número de mulheres em relação a homens no site, com uma proporção global de 1,91 mulheres ativas para cada 1 homem ativo pagante. O Paraná é o quinto estado com mais inscritos no site. Ashley Madison é uma mídia social de namoro online, voltado principalmente para pessoas que já estão em um relacionamento e foi lançado em 2001. O nome do site foi criado a partir de dois populares nomes femininos nos EUA: “Ashley” e “Madison”. Seu slogan é “Life is short. Have an affair.

 

Ranking

1º – São Paulo
2º – Rio de Janeiro
3º – Distrito Federal
4º – Santa Catarina
5º – Paraná
6º – Rio Grande do Sul
7º – Mato Grosso do Sul
8º – Espírito Santo
9º – Mato Grosso
10º – Goiás

Ashley Madison também revela mais detalhes sobre os brasileiros que estão procurando por um parceiro extraconjugal na plataforma. A idade média dos membros da Ashley Madison no Brasil é de 33 anos para homens e 32 para mulheres. “Nossos usuários são pessoas que viveram suas vidas e perceberam que talvez ela não seja o conto de fadas que esperavam”, continuou Buell. “Eles estão vindo até nós para encontrar uma solução e se conectar com alguém com uma mentalidade similar, para que possam voltar para casa mais felizes e realizados”.

 

Material escolar é golpe da vez

Começo do ano também é momento de preocupação com material escolar. Sabendo disso, criminosos estão usando mensageiros como WhatsApp e Facebook Messenger para aplicar um golpe que promete materiais escolares de graça. O golpe foi detectado por pesquisadores de segurança da Kaspersky. A campanha está ativa desde 03 de janeiro e, em um período de quatro dias, fez mais de 560 mil vítimas, segundo analistas da companhia. Como acontece com golpes espalhados via WhatsApp e mensageiros em geral, os criminosos tentam ludibriar pessoas oferecendo brindes – no caso, amostras grátis de material escolar da marca Faber-Castell.

 

Como funciona

Para participar da suposta promoção, o usuário precisa clicar em um link que aparece ao final da mensagem. Ele leva a pessoa para um site que pede a indicação de outros cinco contatos para ganhar o prêmio. Após fornecer informações sobre outras cinco pessoas, o usuário pode tanto ser levado para sites que sugerem aplicativos supostamente legítimos e que geram lucro para criminosos sempre que instalados em um celular, ou então para sites cheios de propagandas que rendem dinheiro para os golpistas. Além disso, os criminosos ainda conseguem criar um banco de dados com informações fornecidas pelos usuários, além de conseguir novos números de telefone para aplicar golpes em mais pessoas.

 

Com Bem Paraná 

TOPO