Copagril
Paraná Potencial

Paraná quer fazer do turismo uma matriz da economia, diz governador

Estado vai investir no setor de forma planejada e organizada, para ampliar a geração de empregos, disse Ratinho Junior (Foto: Rodrigo Félix Leal/ANPr)

O governador Carlos Massa Ratinho Junior afirmou nesta quarta-feira (12) que o Governo do Estado vai investir de forma planejada no turismo para transformar o setor em uma das principais matrizes econômicas do Paraná. Ele participou, em Foz do Iguaçu, do seminário itinerante do programa Investe Turismo, do Governo Federal. O evento teve a participação do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

O programa do Ministério do Turismo coloca como rota turística estratégica para o Paraná o chamado Corredor do Iguaçu, que reúne os municípios de Morretes, Paranaguá, Curitiba e Foz do Iguaçu. Ela envolve regiões turísticas como o Litoral do Paraná, Cataratas do Iguaçu, Caminhos do Lago do Itaipu e a Rota do Pinhão.

O desenvolvimento deste setor, afirmou o governador, é a forma mais barata de ampliar a geração de empregos no Estado. “O Paraná nunca trabalhou o turismo de forma organizada e planejada, nunca usou seu potencial para fazer desse setor uma grande matriz econômica”, disse. “Com exceção, de Foz do Iguaçu. A cidade se organizou e é hoje o segundo destino turístico de estrangeiros no Brasil, disputando com o Rio de Janeiro.”

Com investimento em infraestrutura, comunicação, qualificação das regiões turísticas e um trabalho conjunto com a iniciativa privada, o Governo do Estado quer atrair mais visitantes ao Paraná e também fomentar o trânsito interno de turistas do próprio Estado.

São dois programas prioritários, o Destino Paraná, com campanhas voltadas aos estados vizinhos, e o Viaje Paraná, que divulga as atrações turísticas aos próprios paranaenses. “A ideia é ampliar não só o trânsito de turistas estrangeiros, como dos próprios paranaenses e de estados vizinhos. Foz será a porta de entrada, daqui os turistas podem ir para outras regiões do Estado”, explicou Ratinho Junior.

 

Potencial

A geração de empregos também é um dos focos do programa Investe Turismo, que terá R$ 500 milhões de investimentos para fomentar o crescimento de regiões turísticas em todo o País. “O Paraná está entre os principais potenciais turísticos do Brasil. Com o programa, vamos estruturar as 30 rotas já pré-selecionadas no País, uma delas no Paraná”, afirmou o ministro Marcelo Álvaro Antônio. “Fazemos esse evento numa cidade emblemática para o Brasil que é Foz do Iguaçu, nessa parceria importante com o Governo do Paraná”, finalizou.

 

Programa

Desenvolvido pelo Ministério do Turismo, Sebrae e Embratur, o programa Investe Turismo une o setor público e a iniciativa privada para preparar e promover a competitividade de 30 rotas nacionais, por meio de um pacote de ações de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, marketing, inovação e melhoria de serviços.

A ideia é que os projetos a serem implementados aumentem a qualidade da oferta turística das rotas selecionadas em todas as regiões brasileiras. Na região Sul, 35 municípios são beneficiados pelo programa. “A estruturação dessas rotas inclui a qualificação dos profissionais do setor e investimentos para potencializar o ativo turístico”, destacou o ministro.

 

Todas as esferas

Para o vice-governador Darci Piana, que também preside o Conselho Deliberativo do Sebrae do Paraná, unir todas as esferas de governo e o setor privado ajuda a alavancar a cadeia turística do Estado. “Teremos mais empresas e mão de obra qualificada para atender melhor o turista, que quando é bem atendido, volta e fala bem do lugar”, disse.

 

Presenças

Participaram da solenidade o secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes; o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro; o deputado federal Vermelho; os deputados estaduais Hussein Bakri e Nelson Luersen; e representantes do setor turístico do Estado.

 

BOX 1

Rotas turísticas terão ações em quatro linhas de trabalho

As rotas turísticas selecionadas receberão ações organizadas em quatro linhas de trabalho. As ações incluem o fortalecimento da governança, por meio de uma agenda estratégica entre setor público e privado; melhoria dos serviços e atrativos turísticos, com foco especial nas micro e pequenas empresas; marketing e apoio à comercialização; atração de investimentos e apoio ao acesso a linhas de crédito e fontes de financiamento.

O programa também possibilitará a entrega de um Plano Integrado de Posicionamento de Imagem do Brasil, um Plano Nacional de Atração de Investimentos e também a implantação de um Mapa do Turismo Inteligente.

Prevista no Plano Nacional de Turismo 2018/2022, a primeira ação tem como foco identificar e definir um novo posicionamento do Brasil como destino turístico. “Se aumentar o fluxo de turistas, fatalmente aumenta a geração de emprego. O turismo, hotelaria, restaurantes são os que mais empregam”, afirmou o diretor-presidente da Paraná Turismo, João Jacob Mehl.

Por meio de uma plataforma online, o mapa vai identificar e georreferenciar iniciativas inovadoras de empresas, instituições e órgãos públicos no setor de turismo de todo o Brasil. Gerar ambiente propício ao surgimento de novos negócios também é um resultado prioritário do programa.

 

BOX 2

Seminário acontece em paralelo ao Festival das Cataratas

O seminário Investe Turismo acontece paralelamente ao Festival das Cataratas 2019, evento que reúne diversas iniciativas para a promoção do turismo na região da tríplice fronteira.

O festival é focado nas inovações tecnológicas, ações de responsabilidade socioambiental e no estímulo à produção e disseminação da ciência que impactam positivamente toda a cadeia produtiva do turismo. O evento acontece de 12 a 14 de junho.

Esta é 14ª edição do evento, que deve reunir cerca de 8 mil pessoas, entre agentes de viagem, operadores de turismo, representantes de destinos e atrativos, meios de hospedagens, companhias aéreas, instituições privadas e governamentais, imprensa especializada, influenciadores digitais, profissionais da hotelaria, prestadores de serviços, desenvolvedores de tecnologias, professores, pesquisadores, estudantes e outros profissionais.

Entre os eventos que fazem parte do Festival das Cataratas estão Feira de Turismo e Negócios, Rodada de Negócios, Salão de Turismo Cultural e Espiritualidade, Salão MICE Cataratas, Hackatour Cataratas (maratona de programação de software), Salão do Vinho Argentino, Fórum Internacional de Turismo do Iguassu e Arena Gastronômica, além de capacitações, visitas técnicas e eventos sociais.

 

Com AEN-PR 

TOPO