Fale com a gente

Paraná Saúde

Paraná recebe primeira unidade móvel de monitoração eletrônica do País

Veículo é totalmente adaptado para atendimentos fiscalizatórios e assistenciais a pessoas privadas de liberdade que usam tornozeleiras

Publicado

em

(Foto: PPPR)

A Polícia Penal do Paraná (PPPR) recebeu nesta terça-feira (5) a primeira unidade móvel de monitoração eletrônica do País. O veículo é totalmente adaptado, com dois ambientes para atendimentos fiscalizatórios e assistenciais a pessoas privadas de liberdade em regime de monitoração eletrônica.

O investimento, de R$ 400 mil, é uma contrapartida da Justiça Federal ao Paraná, já que a PPPR é responsável pela fiscalização de 560 monitorados pelo órgão federal.

O automóvel é totalmente estruturado internamente com sistema virtual, computadores, televisores de alta definição, impressora e sistema de refrigeração. A unidade terá sua primeira atuação durante o Verão Maior Paraná, quando será usado no controlo de áreas dos municípios litorâneos e ampliar a supervisão territorial dos monitorados.

A unidade móvel terá foco no atendimento de monitorados de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral. O veículo também prestará apoio a operações de grande porte em todo o Estado.

“É um projeto importante não somente para o bem do público, mas também para uma melhor gestão e conforto do policial penal”, afirma o diretor-geral da Secretaria da Segurança Pública (Sesp), Adilson Luiz Lucas Prusse.

O diretor-geral da PPPR, Reginaldo Peixoto, destaca que o público de monitorados faz parte da principal missão da instituição, que é desenvolver um melhor tratamento penal, que resulte em uma efetiva ressocialização de pessoas privadas de liberdade. “Sei como eram nossas condições de trabalho no passado e ver hoje esse grande investimento da Justiça Federal em um projeto nosso é motivo de muito orgulho”, afirma.

Ele ficará sob supervisão da Divisão de Monitoração Eletrônica (DME), que tem sede em Curitiba e iniciou suas atividades em 2014. As principais funções do departamento são o atendimento fiscalizatório, manutenção de tornozeleiras eletrônicas e atendimento psicossocial aos apenados.

Para o atendimento completo de todo o público, a divisão conta com nove Postos Avançados de Monitoração (PAM), um em cada regional administrativa da PPPR. Além disso, conta também com 13 extensões dos postos, totalizando 22 unidades de atendimento.

Nesses locais são realizados manutenção e inspeção de tornozeleira eletrônica (troca de bateria ou de aparelho), atendimento presencial, telefônico e online, além dos encaminhamentos e assistência nas áreas jurídica, social, pedagógica, e psicológica, através do Núcleo de Atendimento à Pessoa Monitorada (Nupem). Já as equipes de fiscalização visam promover o bom cumprimento dos mandados, com verificações in loco nas áreas de abrangência da DME.

Com Agência de Notícias do Estado do Paraná

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Copyright © 2017 O Presente