Copagril
Paraná Laboratório na Fiocruz

Secretário estadual de Saúde participa de inauguração em Toledo

Fotos: Divulgação

O secretário estadual de Saúde, Beto Preto, esteve na sede do Instituto Carlos Chagas (ICC) na segunda-feira (9) para participar da inauguração das novas instalações do Serviço de Referência em Vírus Emergentes e Reemergentes do Instituto Carlos Chagas (ICC/ Fiocruz Paraná). A cerimônia foi realizada no Campus da Fiocruz Paraná, no Tecpar, na Cidade Industrial de Curitiba.

Beto Preto reforçou a importância da instituição e do trabalho realizado para o Estado assim como para todo o país. “Tenho particular apreço pela Fiocruz, pelo ICC e pela área de pesquisa na saúde. Estamos buscando sempre avançar na prevenção e inovação, mas precisamos aperfeiçoar o conhecimento e isso pode ser realizado por meio de pesquisas científicas que são urgentes. Estreitar a relação entre o governo do Ratinho Júnior e instituições como estas são essenciais para que o Paraná produza conhecimento e também diagnósticos de infecções virais”, salientou o secretário.

Casa do Eletricista SORTEIO DE VERÃO

 

ATUAÇÃO

O serviço já funciona desde 2009 sob a coordenação da virologista Cláudia Nunes Duarte dos Santos. Na gama de atividades oferecidas à sociedade estão exames laboratoriais, controle de qualidade, capacitação, cooperação técnica, vigilância epidemiológica, sanitária e ambiental. Entre as ações específicas desenvolvidas pela equipe da coordenadora Cláudia, destacam-se a pesquisa e desenvolvimento tecnológico – que culminam com a geração de conhecimento, processos e produtos -, e também a definição de metodologias, validação diagnóstica, assistência em áreas específicas, desenvolvimento tecnológico, formação de recursos humanos e previsão de cenários. “Nosso laboratório é de referência e por isso nós atuamos na detecção de novos vírus, produção de ferramentas para detecção desses novos vírus e previsão de cenários epidemiológicos. Também capacitamos e treinamos o pessoal do Lacen e somos a retaguarda deles”, esclarece a coordenadora Cláudia.

O Serviço de Referência em Vírus Emergentes e Reemergentes está subordinado ao Laboratório de Virologia Molecular do Instituto Carlos Chagas. Com a ampliação do espaço e equipe, o trabalho terá o seu alcance também aumentado. Atualmente são nove profissionais com expertises diferentes que atuam no local, incluindo a virologista Cláudia. A oferta de serviços e do portfólio de produtos disponíveis, tais como detecção de viroses e de hantavírus terá alcance de todo o sul do país. O laboratório possui competência instalada, equipe multidisciplinar, parque tecnológico e lastro científico para a identificação e emergência de novos vírus, municiando desta forma as autoridades sanitárias para as tomadas de decisões.

 

SERVIÇOS

A Sesa envia para o Serviço de Referência em Vírus Emergentes e Reemergentes amostras extraídas de animais para exames de febre amarela e diagnósticos que não são realizados pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) e para confirmação de exames. Outros serviços que a secretaria utiliza são treinamentos.

 

PRESENÇAS

Participaram da inauguração o diretor do Instituto Carlos Chagas, Bruno Dallagiovanna; o coordenador geral de laboratórios de saúde pública do Ministério da Saúde, André Luiz de Abreu; coordenador geral de emergência em saúde pública do Ministério da Saúde, Renato Vieira Alves; o coordenador de vigilância em saúde e laboratórios de referências do Ministério da Saúde, Rivaldo Venâncio da Cunha.

Com assessoria

TOPO