Copagril – Sou agro com orgulho
Paraná UFPR

Servidores estaduais terão nova rodada de testes de Covid-19 em pesquisa

(Foto: Divulgação/SETI)

Pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) farão uma nova rodada de testes com servidores do Palácio das Araucárias para detecção do coronavírus. O mutirão será na próxima terça-feira (18), no estacionamento do Setor de Ciências Biológicas (SCB), no Centro Politécnico, em Curitiba, das 8 às 13 horas. As vagas são limitadas e os interessados deverão preencher o formulário disponível aqui.

O exame aplicado é do tipo RT–PCR, que analisa o material genético do vírus, mas, ao invés do processo ser invasivo como acontece com o swab, ele utiliza uma amostra de saliva coletada no local. No momento do teste, os participantes deverão apresentar documento com número de CPF e caneta, para assinar o termo de consentimento.

Casa do Eletricista – Torneira Zagonel

O superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona, destaca que a ação faz parte de um projeto da universidade que conta com financiamento do Governo do Estado. “Estamos investindo recursos para aquisição de equipamentos e melhoria de laboratórios das universidades do Paraná. Nosso objetivo é ampliar a capacidade de testagem para auxiliar no controle da pandemia”, afirmou.

Para fazer o exame, os participantes não devem consumir alimentos ou bebidas 30 minutos antes da coleta. O resultado sai em até 72 horas e a equipe fornecerá o laudo a todos os participantes.

Dados da UFPR mostram que aproximadamente 1,37% dos resultados apresentam a presença do SARS-CoV-2, o que comprova a importância do distanciamento social e da ampliação da testagem.

A professora do Departamento de Genética da UFPR, Jaqueline Carvalho de Oliveira, destaca a importância da testagem nos servidores. “É extremamente importante que todos os servidores participem da testagem para que possamos identificar a fase pré-sintomática e quebrar a cadeia de transmissão. Muitas pessoas contaminadas não têm nem ideia que estão transmitindo o vírus”, destacou.

Desde outubro de 2020, a UFPR já realizou mais de 18 mil testes com assintomáticos em mutirões nas cidades de Curitiba, Jandaia do Sul, Toledo, Matinhos e Palotina.

Além da comunidade interna, o projeto contemplou professores e estudantes da Universidade Estadual do Paraná (Unespar) e da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), em servidores da Seti, na Penitenciária Feminina de Piraquara (PFP) e em comunidades indígenas.

 

Com Agência de Notícias do Estado do Paraná

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Mercadão do Óculos – antes inauguração
TOPO