Poder Legislativo Abastecimento

Arion cobra esclarecimentos sobre interrupções no fornecimento de água pelo Saae

(Foto: Cristiano Viteck)

Na sessão de ontem (16), o Poder Legislativo de Marechal Cândido Rondon aprovou requerimento do vereador Arion Nasihgil. Ele pede informações do Saae sobre as interrupções no fornecimento de água em toda a sede municipal no decorrer da última semana, principalmente a partir do dia 10.

Conforme o vereador, a população de diferentes bairros tem reclamado das longas interrupções no fornecimento de água sem, aparentemente, qualquer aviso prévio ou, ainda, em períodos mais extensos do que aqueles avisados.

Casa do Eletricista – RETOMA

“Como exemplo, cortes no fornecimento de água no bairro Ciprestes foram sentidos pelos moradores no último dia 12, enquanto no bairro Frankfurt houve paralisação do abastecimento no dia 14, ambas no período noturno, trazendo transtornos aos munícipes, que ficaram sem água e posteriormente com as caixas d’água sujas”, detalha Arion.

Em outro requerimento, ele solicita que a Prefeitura preste informações sobre possíveis restrições impostas para o fornecimento gratuito pela rede municipal de saúde de alimentos destinados a crianças alergênicas e intolerantes a lactose, como leites em pó especiais.

“Já no início de 2019 diversas pessoas buscaram esta Câmara Municipal relatando que alguns médicos e nutricionistas da rede pública de saúde poderiam estar sendo orientados para prescreverem apenas a metade do leite que a criança realmente necessita, de modo que fosse possível obter pela rede pública de saúde apenas e tão somente parte da alimentação especial necessária, o que obrigaria os pais ou responsáveis a adquirirem o restante em estabelecimentos privados”, afirma Arion.

Visando esclarecer a situação, o vereador cobra esclarecimentos da administração municipal em ofício a ser encaminhado ao Poder Legislativo.

Já em indicação, ele sugere que a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana construa acessos e rampas de acessibilidade nos canteiros centrais que estão sendo edificados nas avenidas visando fechar cruzamentos. O objetivo é facilitar a travessia de pedestres, ciclistas e pessoas com dificuldades de locomoção, tais como cadeirantes.

Também em indicação, esta assinada em parceria com Ronaldo Pohl, Arion solicita que o cadastramento necessário para a retirada de medicamentos com receitas do sistema privado, na forma da Lei Municipal 5.149/2019, seja feito também na Farmácia Básica, o que reduzirá a burocracia e facilitará a universalização do atendimento. Conforme foi divulgado pela administração municipal, esse cadastramento deve ser feito apenas nas unidades básicas de saúde.

A lei em questão, que é de autoria dos dois vereadores, entrou em vigor no último dia 09. Ela garante a retirada de medicamentos da Farmácia Básica por qualquer rondonense que tenha receita médica da rede pública ou privada de saúde.

 

Com assessoria

 

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO