TokLar Estofados
Poder Legislativo Trâmites internos

Cottica busca informações sobre pavimentação entre Margarida e São Cristóvão

(Foto: Cristiano Viteck)

O vereador Adriano Cottica apresentou, na sessão de ontem (04), requerimento com pedido de informações à Prefeitura de Marechal Cândido Rondon. Ele questiona sobre os trâmites internos já realizados para execução da primeira etapa da pavimentação da estrada rural que liga a sede distrital de Margarida à linha São Cristóvão.

Ele requer que sejam enviadas ao Poder Legislativo cópias na íntegra dos trâmites internos, incluindo o ofício assinado pelo respectivo secretário municipal para solicitação do projeto técnico, assim como o convênio assinado com a Itaipu Binacional e o edital de licitação, além de eventuais empenhos pagos.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

Em outro requerimento, assinado também por Arion Nasihgil e Ronaldo Pohl, Cottica solicita que a Secretaria Municipal de Saúde detalhe as consultas médicas que estavam agendadas em 1º de novembro de 2019, data em que as unidades de saúde permaneceram fechadas em razão de recesso.

Segundo os vereadores, rondonenses queixaram-se pelo fato de que tinham consultas agendadas para a data, entretanto, ao chegarem nas unidades de saúde, as mesmas estavam fechadas. Essa situação teria ocorrido, principalmente, no Centro Integrado de Saúde, o que não é compatível com a eficiência necessária no serviço público, afirmam.

“Desta forma”, solicitam que “sejam esclarecidos os motivos que levaram ao agendamento de consultas em data de recesso, bem como de que forma os pacientes não atendidos foram reagendados e quais providências serão tomadas para evitar que isso volte a ocorrer”.

Já em indicação, Cottica sugere que a Secretaria Municipal de Viação e Serviços Públicos instale duas pequenas grades de proteção nas margens da travessia elevada localizada na Avenida Maripá, nas proximidades da Mecânica Schumacher.

“A situação é preocupante, já que a falta destas grades pode ocasionar pequenos acidentes envolvendo pedestres, especialmente crianças e idosos”, conclui.

 

Com assessoria

TOPO