Poder Legislativo Vazou

Em áudio, ex-secretário rondonense diz que indicações de cargos na prefeitura são um “combinado”; ouça

O então secretário de Governo, Walmor Mergener, chamou a servidora que supostamente havia sido indicada por Neco para comunicar que ela seria exonerada, mas ele não sabia que ela estava gravando a conversa (Foto: Arquivo/OP)

 

Áudio apresentado nesta segunda-feira (15) em documentação que embasou um pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara de Vereadores de Marechal Cândido Rondon, a CPI dos Comissionados, revela o momento em que uma servidora pública foi exonerada da prefeitura rondonense. Ela foi recente estopim de escândalo envolvendo o vereador Dorivaldo Kist (Neco).

O objetivo da CPI é apurar, no prazo de 60 dias, eventual compra de apoio político por parte do prefeito Marcio Rauber em troca da nomeação de cargos comissionados indicados por vereadores. O pedido toma por base dois processos disciplinares aprovados na própria Câmara, envolvendo denúncias contra os vereadores Neco Kist e Adelar Neumann.

A gravação, que cria embaraço a Neco, pode respingar em integrantes e ex-integrantes do governo municipal, inclusive no prefeito Marcio Rauber, que é citado em vários momentos da gravação.

O então secretário de Governo, Walmor Mergener (DEM), chamou a servidora que supostamente havia sido indicada por Neco para comunicar que ela seria exonerada, mas ele não sabia que ela estava gravando a conversa.

Mergener comunica que, apesar dos bons serviços da servidora, ela estava sendo dispensada porque havia sido indicada outra pessoa para o seu cargo. Ele enfatiza várias vezes se tratar de uma questão política, por causa de um “combinado” que existe para as indicações destes cargos.

Depois, pede para que ela não culpe a ele ou ao prefeito e, finalmente, comunica a exoneração pelos compromissos que o prefeito precisa cumprir.

Mais à frente o ex-secretário volta a destacar que os cargos em comissão são políticos e a manutenção dela estava criando uma situação difícil, especialmente para o prefeito.

 

Ouça:

 

 

Segundo áudio

Além deste, outro áudio do ex-secretário Walmor Mergener compõe o pedido de instalação de CPI. O segundo áudio faz parte do processo criminal instaurado contra o vereador Adelar Neumann, acusado de formação de mensalinho.

 

Com informações do Blog do Jadir

TOPO