Poder Legislativo Marechal Rondon

Município busca concordância da Copel para construção de ciclovia na Avenida das Torres

Reunião hoje (06) no paço municipal teve a presença de autoridades, moradores e representantes dos ciclistas (Foto: Cristiano Viteck)

 

Reunião realizada nesta tarde (06) na Prefeitura de Marechal Cândido Rondon discutiu a construção de uma ciclovia na Avenida Expedicionário Otto Grings, mais conhecida como a Avenida das Torres. Com extensão de 1.200 metros, a via liga a Rua Pernambuco com a Avenida Rio Grande do Sul.

A ciclovia, que tem sido reivindicada desde o ano passado pelo vereador Claudio Kohler (Claudinho), já tem a concordância do prefeito Marcio Rauber.

Conforme este, é de interesse da Prefeitura atender esta demanda, uma vez que a ciclovia aumentaria a segurança no trânsito daquela avenida, que possui tráfego intenso de veículos, bicicletas e pedestres em razão das moradias, estabelecimentos comerciais, escolas, Unioeste e indústrias existentes nas proximidades.

A intenção é de que a obra seja construída no canteiro central da Avenida, área que, atualmente, é de domínio da Copel, que mantém no local diversas torres de transmissão de energia elétrica. Mas, em consulta oficial à Companhia Paranaense de Energia, através de ofício encaminhado pelo vereador Claudinho, a Copel teria se manifestado contrária à obra por questões de segurança.

Para reverter o parecer prévio desfavorável da Copel ao projeto da ciclovia no canteiro central da Avenida das Torres, o prefeito irá tratar do assunto ainda nesta semana em Curitiba, com o apoio dos deputados estaduais José Carlos Schiavinato e Elio Rusch.

Contudo, caso seja mantida a proibição da Copel, Marcio Rauber garantiu que não medirá esforços para que a Companhia permita, então, o estreitamento do canteiro central da Avenida das Torres para alargar as pistas de rolamento, o que possibilitará a construção de ciclofaixas.

Ainda assim, o chefe do Executivo Municipal garantiu que a intenção maior é a construção da ciclovia no canteiro central, obra que será mais rápida de executar, com menor custo e trará maior segurança.

Além de Marcio Rauber e Claudinho, participaram da reunião de hoje o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Coronel Welyngton Alves Rosa; o presidente da Associação Rondonense de Ciclismo, Paul Lirio Berwig, e moradores daquela região da cidade.

Na avaliação de Claudinho, o encontro foi bastante positivo, uma vez que os presentes estiveram de acordo com os encaminhamentos a serem dados ao projeto. Segundo o vereador, agora, a expectativa é que o prefeito, com o apoio dos parlamentares estaduais, consiga na Capital do Estado a autorização da Copel para a execução da ciclovia conforme o projeto original.

 

Com assessoria

TOPO