Poder Legislativo Apuração

Prefeito e secretários serão convocados a depor na CPI das Pedras na próxima semana

Foto: Cristiano Viteck

A CPI das Pedras da Câmara de Marechal Cândido Rondon vai convocar o prefeito Marcio Rauber para depor na próxima semana.

A decisão foi comunicada na tarde desta terça-feira (18), ao final das oitivas com as primeiras 13 testemunhas ouvidas pela Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga a execução de obras de pavimentação poliédrica pela Prefeitura entre janeiro de 2017 e 2019, utilizando-se de empresa que, supostamente, pertence ao vereador afastado Nilson Hachmann. Por ser vereador, ele não pode firmar contratos com a administração municipal.

Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

O objetivo da CPI das Pedras é apurar se houve tráfego de informações e de influência política, bem como favorecimento ou vantagem concedida pela Prefeitura à referida empresa.

Juntamente com o prefeito, serão convocados para depor, no próximo dia 26, os secretários municipais de Coordenação e Planejamento, Reinar Seyboth; da Fazenda, Carmelo Daronch; e de Viação, Obras e Serviços Públicos, Jefferson Dahmer.

Também serão intimados mais sete servidores municipais e um funcionário da empresa investigada.

Conforme o relator da CPI, vereador Arion Nasihgil, estas pessoas em algum momento foram citadas nos depoimentos de hoje (18), por isso serão convocadas a prestar esclarecimentos.

“Estas pessoas serão ouvidas com toda a imparcialidade possível na busca pelos fatos, que também são investigados pelo Ministério Público, pelo Gaeco e estão na Justiça de Marechal Cândido Rondon”, afirma o relator da Comissão, que conta ainda com os vereadores Adriano Backes e Valdir (Portinho) – presidente e membro, respectivamente.

Ao final dos trabalhos de hoje da CPI, também foi definida a prorrogação por mais 60 dias do prazo para a conclusão da investigação, uma vez que o período inicial de dois meses encerra neste sábado (22).

 

Com assessoria

TOPO