Pref. MCR Ecoturismo_
Policial Transmissão de posto

2ª Companhia da PM terá troca de comando nesta quinta-feira

Tenente Daniel Zambon assume a Companhia da PM em Marechal Rondon. Indicado a major, capitão Valmir de Souza passa a atuar no 19º Batalhão da PM em Toledo (Foto: Joni Lang/OP)

 

Solenidade programada para as 10 horas desta quinta-feira (16) marcará a transmissão de comando da 2ª Companhia (Cia) da Polícia Militar de Marechal Cândido Rondon. O evento será realizado em frente à unidade e em caso de chuva acontecerá na Associação Comercial e Empresarial (Acimacar). Na ocasião, o capitão Valmir de Souza repassará o comando da 2ª Cia ao tenente Daniel Zambon.

Ao O Presente, Souza destacou que os trabalhos já foram transferidos internamente ao tenente, no entanto na manhã de quinta-feira haverá a troca oficial.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

Souza teve duas passagens pelo comando da PM em Marechal Rondon: a primeira com duração de quatro anos e outros dois anos de atuação a partir do início de 2017. “Nosso balanço é positivo frente ao comando da Companhia pelas conquistas devido ao nosso trabalho, principalmente na redução dos índices de criminalidade, além da implantação da Companhia em Santa Helena, o que ocorreu sob nosso comando e com apoio do prefeito”, menciona o capitão, que está indicado a major e passa a atuar junto ao comando do 19º Batalhão da Polícia Militar (BPM) com sede em Toledo.

 

INTENSIDADE

Por outro lado, o capitão ressalta que, neste momento, há uma situação delicada no que tange aos recursos, sejam eles humanos ou materiais. “Ainda é preciso realizar alguns trabalhos, como o aumento e readequação da Companhia em Marechal Rondon”, salienta, emendando: “Nosso trabalho reflete na região, tanto em Marechal Rondon, como em Entre Rios do Oeste, Guaíra, Mercedes, Nova Santa Rosa, Pato Bragado e Quatro Pontes”.

Souza avalia que os números se mostram favoráveis em relação ao trabalho desempenhado, apesar da diminuição do efetivo policial nos últimos dois anos. “Tivemos mais atendimentos a ocorrências e um trabalho melhor, embora a quantidade de policiais tenha diminuído e muitas vezes utilizando equipamentos defasados, ou seja, o trabalho foi intenso mesmo diante das dificuldades. As pessoas podem não perceber no primeiro momento, mas as estatísticas mostram isso. Contudo, depende da percepção da comunidade a relação em termos de sensação de segurança”, pontua.

 

CONHECIMENTO

O tenente Daniel Zambon integra os quadros da PM desde 2005 e conheceu a região no ano de 2008. Ele chegou ao 19º BPM para comandar o pelotão de Guaíra, na época devido à saída do capitão Souza. “Depois passei a trabalhar na agência de inteligência do 19º BPM e agora venho para assumir a 2ª Companhia da PM em substituição ao capitão Souza, indicado a major por merecimento”, ressalta.

Zambon afirma estar motivado a desenvolver um bom trabalho à frente da 2ª Cia, sendo esta a primeira vez que ocupará o posto de comandante de uma companhia da PM. “Vamos dar continuidade ao trabalho realizado pelo capitão Souza, uma vez que a função é de gerência de todos esses comandantes dos destacamentos nos municípios. Obviamente que temos um desafio muito grande no momento, neste panorama de profundas mudanças políticas, então desejamos contribuir às melhorias visando oferecer maior sensação de segurança”, relata.

Ele enaltece que a utilização dos canais de inteligência entra em maior evidência agora com a militarização do setor político. “Eu tive uma experiência de quatro anos na área da inteligência e obviamente trago alguns conhecimentos que serão aplicados como ferramentas na nossa gestão, que também inclui as questões de relacionamento político a fim de que consigamos recursos para os municípios que a Companhia atende”, revela, ao se referir a melhorias para aumento de efetivo e equipamentos.

 

O Presente

TOPO