Policial

Acusada de matar a irmã em Santa Helena confessou o crime, diz polícia

 

Correio do Lago

 

Janete Boeni, 46 anos, acusada de matar a irmã está na cadeia de Santa Helena no oeste do Paraná. De acordo com o delegado Ezequias Barbosa Cavalcanti Filho, responsável pela investigação, Janete, no momento da prisão, admitiu participação na morte da irmã.

A suspeita foi detida em um hotel de Penha, litoral de Santa Catarina, hospedada com a filha de seis anos. A Polícia Civil conseguiu chegar até ela após rastrear os cartões de crédito.

Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

Janete teve o mandado de prisão temporária, por 30 dias, decretada pela Justiça, podendo ser prorrogada por mais 30.

O delegado Ezequias não revelou detalhes sobre o depoimento da acusada, e disse que a investigação ocorre em segredo. A motivação também não foi revelada. Janete usava o carro da irmã morta, um veículo VW/SpaceFox, que foi apreendido pela polícia militar de Santa Catarina.

A acusada permanecerá na cadeia de Santa Helena.

O caso

O corpo de Ladis Boeni, 51 anos foi encontrado concretado nos fundos da casa onde morava em Santa Helena, no dia 07 deste mês. A professora foi morta a facadas. Na ocasião a irmã Janete afirmou que Ladis havia viajado para Cuba. Porém, familiares sentiram forte odor na casa, chamaram a polícia que localizou o corpo enrolado em um plástico com marcas de facadas.

TOPO