Ford Ranger e Ecosport Set/2020
Copagril – Compras no Site
Policial Rolo e confusão

Briga generalizada termina com pessoas presas em Pato Bragado

Por volta das 21h30 de ontem (14), a Polícia Militar (PM) de Pato Bragado foi acionada para se deslocar onde estaria acontecendo uma confusão com vias de fato.

No local foram encontradas cerca de dez pessoas no meio da via pública, discutindo, trocando palavras ofensivas, bem como transtornadas.

Casa do Eletricista – GENCO

A PM entrou em contato com uma senhora, a qual relatou que teve um desentendimento com seu marido por motivos pessoais. As demais pessoas estavam transtornadas e não conseguiam dialogar com os policiais.

Enquanto a Polícia Militar estava no local, chegou um veículo com diversas pessoas, entre elas duas foram identificadas, que igualmente estavam nervosas e embriagadas, causando mais desentendimentos.

As pessoas começaram a entrar em vias de fato, causando tumulto, razão pela qual foi dada ordem verbal para as pessoas que haviam chegado ao local se afastarem e saírem, visando assim controlar a situação.

Os indivíduos que chegaram depois começaram a injuriar a equipe policial com palavras ofensivas. Com o objetivo de afastar os envolvidos e separar os que estavam brigando, bem como preservar a integridade física da equipe, foi utilizado o spray de pimenta, visto que as ordens verbais não eram acatadas.

Um dos homens correu em direção ao seu veículo e se evadindo do local, porém o outro continuava a injuriar a PM, desobedecendo as ordens emanadas. Inclusive uma das pessoas tentou desferir socos e chutes na equipe policial, e arremessou uma lata de cerveja em direção a outras pessoas.

Por esta razão foi utilizada força moderada, bem como técnicas de imobilização, para conter o autor, sendo este colocado no compartimento traseiro da viatura sem algemas.

O homem continuou gritando e desferiu chutes no interior da viatura. Também foi dada voz de prisão a outro envolvido, visto que, segundo uma mulher envolvida, este teria lhe agredido com empurrões, sendo necessário uso de algemas em virtude do risco de fuga causado pelos parentes que estavam próximos.

Diante dos fatos os envolvidos receberam voz de prisão, sendo eles encaminhados para a polícia judiciária de Marechal Cândido Rondon com a vítima para serem adotadas as medidas cabíveis.

TOPO