Copagril
Policial Em Cascavel

Dono de Camaro é condenado a três anos e meio de prisão por atropelar e matar passageira de moto

Jovem morta tinha 18 anos; o piloto da motocicleta, na época com 20 anos, sobreviveu mas ficou com sequelas; acidente aconteceu em julho de 2011 (Foto: Reprodução/RPC)

Um empresário de Cascavel foi condenado pelo Tribunal de Justiça (TJ-PR) a três anos e seis meses de prisão em regime aberto por homicídio culposo e por lesão corporal.

O empresário dirigia um Camaro pela BR-369 no dia 14 de julho de 2011 quando atropelou um casal que estava em uma moto. O piloto, na época com 20 anos, sobreviveu, mas ficou com sequelas. Já a passageira, de 18 anos, morreu.

Casa do Eletricista PISCINAS

Segundo a polícia, o motorista fugiu do local do acidente sem prestar socorro às vítimas.

No fim de 2018, o juízo da 1ª Vara Criminal de Cascavel determinou o arquivamento do processo por entender que o crime havia prescrito.

A pedido da família da jovem que morreu, a defesa recorreu da decisão. A sentença foi publicada pelo TJ-PR na quinta-feira (16).

O advogado que defende o empresário informou que vai recorrer da decisão junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Para ele, a pena não foi aplicada corretamente já que em nenhum momento o empresário omitiu socorro às vítimas. O advogado disse ainda que o recurso vai se basear nas provas do processo e não no clamou popular.

 

Com G1 PR e RPC Cascavel 

TOPO