Ford Ranger e Ecosport Set/2020
Copagril – Compras no Site
Policial

Foragido de SP é preso pela Interpol em Ciudad del Este

Agentes da Polícia Internacional (Interpol) prenderam na tarde de ontem (17) em Ciudad del Este, no Paraguai, um elemento procurado pela Justiça de São Paulo por homicídio. Ele e uma mulher, que continua foragida, são suspeitos de terem sequestrado e esquartejado uma adolescente de 15 anos para ficar com o filho recém-nascido dela em maio do ano passado, em Bragança Paulista (SP).

Segundo a Polícia Nacional do Paraguai, quando foi identificado pelos agentes o suspeito estava sozinho e a pé próximo ao Km 12 da rodovia internacional que liga Ciudad del Este à capital Assunção. Ele não informou se a companheira também estava no país vizinho.

Casa do Eletricista – TORNEIRA PINGANDO

À noite, o suspeito foi entregue à Polícia Federal brasileira na Ponte da Amizade e levado para a Delegacia de Polícia Civil em Foz do Iguaçu. A polícia paulista foi informada da prisão e deve chegar à cidade nesta quarta-feira (18) para transferi-lo a Bragança Paulista, onde permanecerá à disposição da Justiça.

O crime
De acordo com as investigações, o homem, que na época do crime tinha 31 anos, e a companheira, de 20 anos, eram amigos da vítima. Partes do corpo da adolescente foram encontradas no dia 24 de maio de 2012 dentro de duas malas, em um lago da cidade paulista. Uma semana antes, o pai da vítima havia resgatado o neto em Natal (RN) com a foragida. O caso é conhecido como o “crime da mala”.

A polícia suspeita que a adolescente foi morta na tentativa de o sequestro da criança ser ocultado. Ela morava em São Paulo e desapareceu no dia 14 abril, com o filho de menos de 20 dias. Na casa da suspeita, policiais localizaram em um computador uma certidão de nascimento falsa do bebê. No registro, o recém-nascido aparece como filho do casal e com data de nascimento do dia 30 de abril, em Natal.

TOPO