Copagril – Sou agro com orgulho
Policial Operação Privilége

Gaeco faz operação em cidades do Oeste e mira esquema de fraude em licitações em Santa Terezinha de Itaipu

Operação cumpre nove mandados de busca e apreensão em Santa Terezinha de Itaipu, Missal e Capitão Leônidas Marques (Foto: Reprodução)

O Núcleo de Foz do Iguaçu do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, cumpre na manhã desta quarta-feira (28) nove mandados de busca e apreensão na Operação Privilége, que investiga fraudes em licitações ocorridas na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Santa Terezinha de Itaipu (em que o prefeito não é investigado).

Os mandados são cumpridos em Santa Terezinha de Itaipu, Missal e Capitão Leônidas Marques. Os alvos são endereços ligados ao secretário municipal titular da pasta cujos contratos são investigados, incluindo repartições da secretaria de Santa Terezinha de Itaipu e empresas que participaram de processos licitatórios promovidos pelo órgão municipal.

Casa do Eletricista – Temporizador Jardim

As investigações tiveram início a partir da informação de que o secretário estaria supostamente privilegiando empresa pertencente a familiares em licitações promovidas pela pasta. No curso das apurações, foram encontrados indícios de que outras empresas, utilizando-se do mesmo sistema indevido, também estariam sendo beneficiadas.

Os fatos dizem respeito a procedimentos licitatórios realizados pelo município de Santa Terezinha de Itaipu entre os anos de 2017 e 2020. Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pelo Juízo da 3ª Vara Criminal da Comarca de Foz do Iguaçu.

 

Com Gaeco

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO