Copagril – Compras no Site
Policial

Mais uma idosa “cai” no golpe do bilhete premiado

Uma mulher loira, com aproximadamente 1,75 metro, bem vestida. Desta forma foi descrita por uma idosa, de 76 anos, a golpista que lhe lesou em R$ 9,8 mil, em S atilde;o Miguel do Igua ccedil;u. O golpe foi aplicado na manh atilde; de ter ccedil;a-feira (02), um dia ap oacute;s uma idosa rondonense perder R$ 21 mil para duas golpistas, uma delas, coincid ecirc;ncia ou n atilde;o, loira e bem vestida.
O caso em S atilde;o Miguel foi revelado ontem (04) pela Pol iacute;cia Militar (PM). A idosa contou aos policiais que transitava pelo centro de S atilde;o Miguel, quando foi abordada pela loira. A loira disse que tinha um bilhete de loteria premiado em R$ 1,5 milh atilde;o. Ela venderia o bilhete por cerca de R$ 25 mil. A idosa, iludida com o falso pr ecirc;mio, foi at eacute; o banco e sacou os quase R$ 10 mil, entregando o dinheiro agrave; loira.
N atilde;o contente, a loira se deslocou com a idosa at eacute; outro banco, para que a v iacute;tima fizesse um empr eacute;stimo. Como o dinheiro do empr eacute;stimo n atilde;o sairia de imediato, a loira pediu para que a idosa lhe aguardasse, enquanto ela iria pedir informa ccedil; otilde;es em outro local. A v iacute;tima esperou, at eacute; que se deu conta que poderia ter ca iacute;do num golpe. Ent atilde;o ela acionou a PM, mas da iacute; j aacute; era tarde.

Rondon
Em Rondon, uma idosa de 71 perdeu R$ 21 mil ao se iludir que estava fazendo um bom neg oacute;cio. A idosa contou que uma mulher, aparentando ser humilde e se dizendo analfabeta, lhe abordou na rua e disse que tinha um bilhete premiado de R$ 1,1 milh atilde;o. A golpista disse que daria R$ 50 mil para a idosa lhe ajudar a sacar o pr ecirc;mio. A loira surge na hist oacute;ria e tamb eacute;m se prop otilde;e a ajudar a sacar o dinheiro. A analfabeta pede uma garantia para ambas, da loira e da idosa, momento que a idosa saca o dinheiro e deixa com a loira, que disse que tamb eacute;m daria d oacute;lares que tinha em casa como garantia. Logo as golpistas, que estavam num carro prata, inventaram desculpas e conseguiram se dispersar da idosa.

Casa do Eletricista – NÃO PAGUE AR
TOPO