Ecoville – Maior rede de limpeza
Policial Foragidos perigosos

Pai e filho presos por ligação com máfia italiana devem ser extraditados

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Os dois italianos suspeitos de conexão com a máfia “ndrangheta”, uma das principais organizações criminosas do país europeu, devem ser extraditados.

Os detidos são Nicola Assisi e seu filho, Patrick, que estavam em uma lista de “foragidos perigosos” elaborada pela polícia italiana. Nicola já foi condenado na Itália a 14 anos de prisão por tráfico de drogas e teria ligação com um braço da “ndrangheta”, a máfia calabresa, em Turim.

Casa do eletricista MINIESCAVADEIRA

Eles foram detidos durante a operação da Polícia Federal na manhã desta segunda-feira (8), em Praia Grande, São Paulo.

De acordo com a PF, o filho ocupava ao menos três apartamentos na cobertura de prédio de alto padrão.

“Ambos estavam foragidos desde 2014, havendo notícia de que passaram por Portugal e Argentina utilizando-se de nomes falsos”, diz um comunicado da Polícia Federal em Curitiba (PR), responsável pelo inquérito.

Ainda segundo a PF, a cobertura onde os dois foram presos tem “sofisticado sistema de vigilância”. Os policiais encontraram no imóvel duas armas, dinheiro em espécie e veículos. A operação foi batizada como “Barão Invisível” e realizada em parceria com a Interpol e a Polícia da Itália. Os dois suspeitos devem ser extraditados para o país europeu.

 

Com Catve

TOPO