Copagril
Policial

Polícia Ambiental divulga resultados da Operação Gralha Azul

Na última sexta-feira (18), foi desencadeada em todo o Estado do Paraná, mais uma edição da Operação Gralha Azul do Batalhão de Polícia Ambiental, a fim de coibir os crimes contra a natureza e o meio ambiente. Nas regiões Oeste e Sudoeste do Estado, a operação teve como principais alvos as cidades de Foz do Iguaçu, Cascavel, Palotina e Francisco Beltrão.

O comandante da 5ª Cia do Batalhão de Polícia Militar Ambiental, Capitão Valdecir Gonçalves Capelli, disse que as outras edições da Operação Gralha Azul  demonstraram eficiência no combate aos crimes contra a natureza e que o saldo final das nove operações já realizadas, estão sendo contabilizados pelas equipes especializadas em Meio Ambiente da Polícia Ambiental.

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

Segundo ele, o objetivo da Operação é atender diversas demandas solicitadas pela população para a realização de fiscalizações ambientais. “Nós visamos atender várias cidades da região Oeste e Sudoeste, combatendo com pulso firme, para ajudar a preservar o que ainda resta do Meio Ambiente no Paraná”, ressalta Capelli.

Foz do Iguaçu

Em Foz do Iguaçu foram fiscalizados quatro estabelecimentos após denúncias anônimas.  Nesses locais, era realizado o comércio peixes sem  a documentação necessária, além da falta de higiene no local.

Nesta fiscalização, dois estabelecimento foram autuados, sendo três pessoas presas e encaminhadas à 6ª SDP. Os peixes apreendidos não possuíam condições de consumo humano, conforme atestado pela vigilância sanitária, e por isso foram encaminhados ao aterro sanitário. 

Francisco Beltrão

Já em Francisco Beltrão foi realizado um mandado de busca e apreensão de uma arma e diversas munições, dois animais silvestres abatidos, sendo uma cotia e um tatu. Uma pessoa foi presa.

No município também foi constatado o desmate de floresta e corte isolado de árvores nativas sem autorização do órgão competente, totalizando uma área de 18.000 m². Foram apreendidos no local 150 m³ de lenha e 26,79 m³ de madeiras em toras.

Palotina

Em Palotina foi realizada a apreensão de sete pássaros nativos que eram mantidos em cativeiro sem autorização ambiental. Foi localizada ainda na mesma propriedade uma esterqueira de porcos a céu aberto, dentro de uma área de preservação permanente. O proprietário responderá por Crime Ambiental.

Cascavel

 No município de Cascavel foi feita a fiscalização de duas revendedoras de palmitos em conserva, onde não foi encontrada nenhuma irregularidade. Porém, em uma residência foram encontrados 17 pássaros em cativeiro, de espécies nativas. As aves foram apreendidas e encaminhada para os devidos cuidados.

TOPO