Ecoville – Maior rede de limpeza
Policial Confusão

Supostos casos de lesão corporal e injúria viram caso de polícia em Pato Bragado

(Foto: Arquivo/OP)

Duas situações envolvendo denúncia de lesão corporal e injúria viraram caso de polícia em Pato Bragado e foram levadas ao conhecimento das autoridades em um intervalo de pouco mais de 40 minutos no feriado de terça-feira (25).

A primeira ocorrência foi registrada às 19h55, quando uma mulher procurou o Destacamento da Polícia Militar em Pato Bragado para relatar que teria ido até a casa de um amigo do seu ex-marido para pegar a filha que os dois têm juntos.

Casa do eletricista PRESSURIZADORES

A mulher disse ter chegado até o portão da casa e avisado ao ex-marido que queria pegar a sua filha. O amigo do ex-marido teria dito que ela não pegaria a criança, momento em que ambos começaram a discutir. A esposa do amigo do ex-marido da solicitante teria então lhe entregado a criança. Na sequência a mulher pegou sua bicicleta para deixar o local, quando supostamente os dois homens teriam segurado a bicicleta e o amigo do ex-marido havia pego a solicitante pelo pescoço.

Os policiais não observaram lesão aparente na solicitante, no entanto ela foi orientada em relação aos procedimentos cabíveis.

 

DESDOBRAMENTO

Ocorre que às 20h39 a esposa do amigo do ex-marido da solicitante procurou a PM para se queixar que a mulher teria ido até a sua residência e a ofendido, tendo feito o mesmo com seu marido.

Conforme a nova solicitante, a acusada teria ido até sua residência e pedido para pegar sua filha, que estava na ocasião com o pai e que passeava no local.

A suspeita teria se exaltado e a solicitante disse que arrumaria a criança para que a mesma pudesse levá-la, momento que a mulher teria adentrado na casa e ofendido aos gritos os que ali estavam. Na sequência a criança foi entregue à mãe, que deixou o local. A segunda solicitante também foi orientada.

 

O Presente com PM

 

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO