Ford Ranger e EcoSport
Política Eleições 2020

“Decidi ficar fora do processo”, diz Maria Cleonice sobre desistência de pré-candidatura

Ex-secretária de Assistência Social de Marechal Rondon, Maria Cleonice Froehlich: “Não houve nenhuma conversa e nenhum contato. Não tem nada em curso” (Foto: Arquivo/OP)

Em período que antecede definições eleitorais é comum haver muita especulação. E, em Marechal Cândido Rondon, o nome da ex-secretária de Assistência Social, ex-primeira-dama Maria Cleonice Froehlich (MDB), é muitas vezes vinculado com uma possível pré-candidatura.

Nos últimos dias, rumores surgiram de que ela poderia compor a chapa majoritária do grupo de oposição ao lado do vereador Arion Nasihgil (PP).

Casa do Eletricista – RETOMA

Ao O Presente, Maria Cleonice negou. “Ninguém falou comigo e acho que são meras especulações. Não houve nenhuma conversa e nenhum contato. Não tem nada em curso. Não fui consultada para nada”, frisou. “Declinei (da pré-candidatura) há mais de dois meses e me organizei no projeto novo, que é ajudar o Moacir (Froehlich, MDB, pré-candidato a vereador)”, disse.

A ex-secretária confirmou que abriu os caminhos para uma pré-candidatura, mas não houve nenhuma conversa. “Não houve nenhum interesse à época. Fiquei à disposição até fevereiro e fiz minha filiação. Voltei para o MDB e o partido tem um pré-candidato de consenso. Agora decidi ficar fora do processo”, conclui.

 

O Presente


Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO