Copagril – Sou agro com orgulho
Política Marca histórica

Marcio e Ila fazem história ao conquistar 79,71% dos votos em Marechal Rondon

Marcio Rauber e Ilario Hofstaetter se reelegeram com 22.316 votos (Foto: Divulgação)

Marcio Rauber (DEM) e Ilario Hofstaetter (Ila) (PL) fizeram história ao se reelegerem prefeito e vice-prefeito de Marechal Cândido Rondon, respectivamente, com uma margem expressiva de votos: 22.316, ou 79,71% do total.

Nas eleições de 2016, ambos conquistaram 16.682 votos (55,23%).

Casa do Eletricista – Temporizador Jardim

Josoé Pedralli e Ângela Limberger (ambos do MDB) somaram 3.763 votos (13,44%), Lair Bersch e Jean Michel Hack (ambos do PDT) 1.161 (4,15%) e Luciano Palagano e Paulo Goehl, dupla do PSOL, 757 (2,70%).

Nas eleições de domingo (15), o município contabilizou 30.433 votos, sendo 28.483 (93,59%) a candidatos concorrentes, 1.032 (3,39%) brancos e 918 (3,02%) nulos. Estavam aptos a votar 40.375 eleitores.

 

VEREADORES

Dos 13 candidatos eleitos à Câmara para a legislatura 2021/2024, Adriano Backes, do DEM, foi o campeão de votos. Ele se reelegeu para o segundo mandato com 1.620 votos.

Os demais candidatos eleitos como vereadores foram: Pedro Rauber, Arion Nasihgil, Cleiton Freitag (Gordinho do Suco), Moacir Froehlich, Dionir Briesch (Sargento Dionir), Claudio Köhler (Claudinho), João Eduardo dos Santos (Juca), Cristiano Metzner (Suko), Rafael Heinrich, Iloir de Lima (Padeiro) e Valdir Port (Portinho).

Ronaldo Pohl aparece na página do Tribunal Superior Eleitoral como eleito, com 693 votos. Contudo, assim que for normalizada a situação de Vanderlei Sauer, o qual fez 1.432 votos, mas aparece com candidatura sub judice e votos nulos, mesmo esta já estando regularizada no Tribunal Regional Eleitoral, a composição deve mudar.

Sauer teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral de Marechal Rondon por falta de filiação partidária. No entanto, conseguiu reverter o indeferimento no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) três dias antes do pleito. Como o julgamento ocorreu na quinta-feira (12), os votos não foram computados oficialmente ainda. A partir da computação dos votos, Sauer assume novo mandato e Ronaldo Pohl fica sem a cadeira.

 

(Foto: Arte/OP)

 

O Presente

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO