Pref. Pato Bragado Natal em Canto 2019
Política Alerta

“Possível mudança no cálculo do ICMS preocupa municípios”, expõe Norberto Pinz

Prefeito de Nova Santa Rosa, Norberto Pinz: “Uma mudança pode sem dúvida tornar o município ingovernável” (Foto: Maria Cristina Kunzler/OP)

O governo federal ainda discute detalhes do projeto que vai encaminhar ao Congresso sobre a reforma tributária, mas uma preocupação já começa a surgir: a possibilidade de mudanças no cálculo do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o que pode impactar negativamente o caixa dos municípios.

Atualmente, essa é uma das principais fontes de recursos para as prefeituras, juntamente com o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Estamos muito preocupados, assim como a Amop (Associação dos Municípios do Oeste do Paraná) também está. A preocupação é de todos os municípios que produzem”, relatou ao Jornal O Presente o prefeito de Nova Santa Rosa, Norberto Pinz (MDB).

Casa do eletricista TRATAM. E ACESS.

Ele lembra que o Oeste conta com cooperativas que estão na lista das que mais produzem no Estado e, se a reforma tributária for aprovada da forma como está sendo planejada, a região perderá recursos. “A intenção do governo federal é calcular o ICMS pelo número de habitantes, a exemplo do FPM, e não pelo que o município agrega. Se isso for aprovado todos os municípios da nossas região vão perder muito”, reforça.

 

O DOBRO

Para mensurar um possível prejuízo, Pinz comenta que até 2010 a maior receita da Prefeitura de Nova Santa Rosa era oriunda do FPM, mas há nove anos a principal fonte se tornou o ICMS, que hoje representa quase o dobro. “Uma mudança pode sem dúvida tornar o município ingovernável”, sentencia.

 

O Presente

TOPO