Copagril
Variedades

“Amor à Vida”: Félix vira presidente do Hospital San Magno

Félix (Mateus Solano) finalmente vai realizar seu grande sonho. Nos próximos capítulos de “Amor à Vida”, o vilão será nomeado presidente pelo conselho do Hospital San Magno, logo depois da divisão de bens entre Pilar (Susana Vieira) e César (Antonio Fagundes). As informações são do blog de Patrícia Kogut

Tudo começa com a audiência que define a partilha de bens da família Khoury. Numa tentativa apelativa para ficar com todo o hospital, César diz que sua vida é justificada pelo trabalho que lá exerce.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

“Ser presidente do hospital San Magno é o que dá sentido à minha vida. Eu não nego os direitos da minha ex-mulher. Eu só peço que ela não me trate com tamanha crueldade, a ponto de tirar o que mais me importa na vida. Eu reconheço que não fui o melhor dos maridos. Mas você pode mostrar agora que tem a capacidade de perdoar. Não pode, Pilar?”. 

Diante do pedido do ex-marido, Pilar fica em dúvida e pede um recesso. Porém, pressionada pelo filho, ela decide continuar com a decisão. “Se se tratasse apenas de interesse financeiro, eu ficaria com as propriedades que dão lucro e não exigem investimentos altos, contínuos, como o hospital. Mas este hospital, o San Magno, foi fundado pelo pai do meu ex-marido. E o sonho do meu ex-marido era que só um dos nossos filhos assumisse a presidência, para que o hospital permanecesse sempre na família. Mas agora, com esse outro filho do César, há um risco”, afirma a médica, explicando que continuará querendo a metade do hospital. O juiz dá decisão favorável a Pilar. 

Após isso, o conselho do San Magno se reúne para votar e definir a presidência. Félix fica preocupado pois sua tia Priscila (Cristina Mutarelli) tem 10%, Lutero (Ary Fontoura) 5%, e Vega (Christiane Tricerri) mais 5%. Então, o vilão sai em busca dos votos.

Ele vai até a casa de Priscila, que declara apoio a César. Prevendo sua derrota, ele pede a ajuda de Glauce (Leona Cavalli) e decide investigar a vida do filho de Priscila, Pérsio (Mouhamed Harfouch). A ginecologista descobre que Rebeca (Paula Braun), namorada do médico, mantém o relacionamento às escondidas já que ela é judia e ele, palestino. 

Com a informação nas mãos, Félix decide chantagear o primo. “Eu descobri o motivo pelo qual você não voltou: a Rebeca. A família da Rebeca não te aceitaria, pelo menos não agora. E eu sofro, priminho, pensando que você pode perder a mulher que ama, a mulher que fez mudar o seu projeto de vida”, dirá o vilão. Pérsio pergunta o que o administrador realmente quer e Félix pede o voto pela presidência do hospital. 

Na hora H da votação, Priscila pede para o filho escolher entre os candidatos e o médico finalmente nomeia Félix, argumentando que é a favor da renovação no hospital. O vilão fica radiante. César não conseguirá esconder sua fúria e chamará o filho de bicha. Por fim, ele indicará Paloma para a vice-presidência.

TOPO