Copagril
Variedades Abertura do "Mais Você"

Ana Maria comete gafe ao parabenizar Seleção pelo título da Copa América

(Foto: Divulgação)

Ana Maria Braga trocou as bolas na abertura do “Mais Você” ao parabenizar o Brasil pela conquista da Copa América de forma invicta. No Maracanã, a Seleção bateu o Peru por 3 a 1 e foi campeã do torneio pela nona vez em partida assistida de camarote por Neymar, filmado por amigo vibrando com a primeira conquista do técnico Tite no time canarinho. Nesta segunda-feira (8), a apresentadora parabenizou Felipão pelo título, senso salva por seu fiel escudeiro Louro José, e ainda chamou por outro nome Richarlison, autor do terceiro gol. “Aí, olha lá, O Charlison bateu firme no cantinho e definiu quase no finzinho”, disparou a loira. “Parabéns a todos os meninos. Parabéns ao nosso Felipão”, prosseguiu sendo corrigida pelo fantoche ao citar o técnico demitido em 2014. “Felipão? Não, Tite!”, explicou o papagaio. “O Tite. Felipão, te adoro”, se corrigiu, aos risos. “Ana Maria, você trocou o técnico”, completou o Louro. “Estava com a minha cabeça no Felipão”, justificou a apresentadora.

 

Ana Maria confundiu João Gilberto com outro cantor: “Gilberto Gil”

Casa do Eletricista PISCINAS

Também na abertura do matinal, ao escutar “O Samba da Minha Terra”, a apresentadora cometeu outra gafe ao tentar citar João Gilberto, criador da Bossa Nova morto aos 88 anos no sábado. “Gilberto Gil”, disparou, sendo corrigida pelo mascote: “João Gilberto”. As confusões da apresentadora divertiram a web. “Em cinco minutos de programa a Ana Maria Braga matou o Gilberto Gil no lugar do João Gilberto e deu um título da Copa América para o Felipão no lugar do Tite”, reparou um. “Totalmente fora da caixinha!”, brincou um segundo. “Ninguém é obrigado a estar 100% na segunda de manhã, não é mesmo?”, ironizou outro para Ana, que já levou bronca de mulher ao ligar para o número errado durante a atração.

 

Ana Maria admitiu ter criado perfil em site de relacionamento

Convidada do “Conversa com Bial”, a apresentadora admitiu que criou um perfil no Tinder, sem, no entanto, se identificar. “Era outro nome, mas eu queria saber como era, aprender. É legal, mas não podia responder a verdade. Aquilo começou a ficar uma coisa de doido. Eu não posso fazer um negócio desses porque nem ia conseguir dormir. E tinha cada cara legal. Na primeira conversa, terminava. Como é que vai explicar aquilo que é inexplicável? Eu não podia!”, explicou Ana, reclamando da solidão. “E você nem pode usar aplicativo. É uma bomba atômica. Imagina se eu convido algum homem para jantar ou para ir na praia. Acabou a vida dele! Você não tem o direito de paquerar, de experimentar”, completou ela, alvo de flerte de vendedor durante o matinal.

 

 

Com Purepeople

TOPO