Copagril
Variedades

Andressa Urach diz que não precisou ser operada: ‘Minha fé me curou’

Arquivo Pessoal

O médico Felipe Tosak e Andressa Urach

Andressa Urach voltou a ser internada em um hospital de São Paulo, na sexta-feira, 27, para se submeter a uma nova cirurgia de emergência. Ela deu entrada no Hospital Alvorada com um quadro de inflamação e edema na coxa esquerda e, após os exames, observou-se uma nova coleção líquida na coxa esquerda, que estava causando a inflamação local. Apesar da internação, Andressa passa bem e falou ao EGO na manhã deste sábado, 28, sobre o ocorrido. Segundo a apresentadora, a intervenção cirúrgica não foi necessária pois ela “orou” e contou com orações também de dois pastores.

“Ontem tive muitas dores e vim fazer exames. O Hospital Alvorada me recebeu muito bem com ótimo atendimento e agilidade, estou no melhor quarto do hospital, estão cuidando muito bem de mim. Fiz uma ecografia que constatou que precisava de cirurgia de emergência e o Dr. Felipe Tozaki iria me operar. Os meus exames também deram alterados. Na hora fiquei com medo, passou um filme na minha cabeça de todo sofrimento e dor que já passei, não admito mais uma cirurgia!”, contou Andressa.

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

“Em oração me revoltei me ajoelhei e clamei, não vou me curvar ao medo, à preocupação… Deus está comigo nessa guerra e Ele vai na minha frente para me livrar. Já sofri demais e minha fé vai me curar! Já me curou em nome de Jesus! Sou fiel a Deus e dizimista, não aceito passar por isso novamente! Deus que eu sirvo é vivo! Na madrugada desta noite o Bispo Clodomir fez uma oração muito forte e o Bispo Emerson Carlos esteve aqui no Hospital e determinou a minha cura em Nome de Jesus. E eu acredito e tenho Fé”, afirmou ela, antes de citar algumas passagens da bíblia.

“Na bíblia fala em: Mateus 9-20 Nisso uma mulher que havia doze anos vinha sofrendo de uma hemorragia, chegou por trás dele e tocou na borda do seu manto, 21 pois dizia a si mesma: ‘Se eu tão-somente tocar em seu manto, ficarei curada’. 22 Voltando-se, Jesus a viu e disse: ‘Ânimo, filha, a sua fé a curou!’. E desde aquele instante a mulher ficou curada”, recitou.

E continuou ela, que acabou não sendo operada e pretende lançar um livro sobre tudo que viveu: “Em vários versículos da bíblia sagrada fala-se da fé que cura e eu creio nesta fé porque eu sirvo um Deus vivo! Acordei sem dores, o inchaço sumiu e os resultados dos exames melhoraram. Estou em jejum e pronta para a cirurgia que seria realizada às 8h, mas não vou precisar fazer a cirurgia. Vou ficar internada três dias para antibióticos e observação. A minha fé me curou! Mais um testemunho de vida para meu livro!”.

Andressa disse que no livro vai confessar “todos os pecados”. “No versículo provérbios 28- 13 O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia. Através do meu livro vou confessar ‘todos os meus pecados’ diante dos homens, pois não tenho vergonha desta Andressa que já morreu e pertence ao passado. Que minha vida seja um exemplo de transformação como da água para o vinho! Lançarei no segundo semestre pela editora Planeta. O mundo saberá a minha verdadeira história”, afirmou.

Parecer médico

Felipe Tozaki, cirurgião-plástico que cuida do quadro de saúde da apresentadora, explicou ao EGO como se deu a pronta recuperação de Andressa. “Da outra vez que ela passou mal em Porto Alegre a Andressa demorou muito a ir para o hospital. Ficou vários dias com dor e febre antes de se internar. Dessa vez não. Ela acordou com dores na coxa esquerda de manhã e logo me ligou. À tarde, quando o cenário piorou, ela chegou a ter vômitos e a perna ficou muito inchada, rígida e avermelhada. Foi então que a encaminhei para o hospital. Lá ela fez exames de ultrassom e sangue. No exame de sangue já aparecia a infecção. Eu identifiquei o acúmulo de líquido no local da última operação e vi a necessidade de drená-lo cirurgicamente porque pode criar um abscesso interno. Em paralelo, ela foi medicada com fortes antibióticos e antiinflamatórios venosos”, contou Tozaki.

Entretanto, na manhã deste sábado, 28, veio a boa surpresa. “Hoje cheguei ao hospital e o inchaço e vermelhidão na perna passaram. Os exames que ela fez ontem e estavam alterados hoje estavam normais. Então resolvi esperar até amanhã para ver se o quadro dela continua melhorando e confirmar se vai precisar operar ou não, mas por enquanto o estado geral dela é muito bom e não é necessária a cirurgia. A celulite que estava em volta, a inflamação, já estava clara e a perna não está mais rígida, está drenando espontaneamente. Se Deus quiser não será necessária a operação”, comemorou.

Fortes dores

Na sexta-feira, 27, Andressa Urach contou ao EGO o que a levou a procurar novamente seu médico. “Senti dores fortes na perna esquerda e vim fazer exame de sangue. Mas está tudo bem. Estou aqui só por precaução mesmo porque tenho medo”, disse ela. Andressa já havia retirado os drenos das pernas, mas, na esquerda, ainda restou uma cicatriz que não pode ser fechada e que vai se curar naturalmente, de dentro para fora. “A perna direita já está boa. Tenho fé em Deus que não será nada!”.

Relembre o drama de Andressa

Andressa teve sepse por conta de uma inflamação nas pernas ocasionada pela aplicação de hidrogel. A modelo passou 25 dias internada na UTI do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre. Mesmo depois de ter tido alta, ela precisou permancer com os drenos nas cicatrizes. Eles ajudaram a retirar o excesso de seroma, um líquido que se forma na cicatriz, na região que ainda não teve uma total aderência do músculo na pele.

TOPO