Pref. MCR – OktoberFest MCR 2019
Variedades

Dudu Camargo quase perde comando de programa após polêmica

Dudu Camargo quase perdeu o comando do telejornal "Primeiro Impacto", que apresenta nas manhã de segunda a sexta no SBT. A informação é do colunista Flavio Ricco, do jornal "Diário de São Paulo" neste sábado (24). Isso aconteceu após o apresentador se envolver em polêmica com Maísa Silva durante participação em jogo do "Programa Silvio Santos". Na ocasião, a atriz e cantora rejeitou namorar o colega de emissora. A intenção era que o noticiário matinal ficasse apenas sob o comando de Marcão do Povo. Atualmente, Dudu apresenta o telejornal das 6h às 7h15 e o jornalista comanda o programa das 7h15 até 8h30.

 

Apresentador foi acusado de agressão

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

Depois e fora do ar, Dudu chegou a convidar a adolescente para dormirem juntos para que Maisa tirasse a prova que ele fala em casa da mesma maneira que na TV. Na última quinta-feira, o pupilo do dono do SBT prestou depoimento e fez um boletim de ocorrência após ser acusado de agressão por Robert Oliveira, que diz ter sido seu namorado. "Não estamos preocupados com indenização. O que a gente quer é que essa mentira tenha uma consequência para o rapaz", apontou seu assessor de imprensa.

 

'Nada contra a Maisa', afirmou Dudu

Convidado do "A Tarde é Sua", conduzido por Sonia Abrão, o apresentador do telejornal do SBT garantiu ter uma boa relação com a atriz revelada por Raul Gil. "Essa é a visão dela. Quem me conhece de verdade sabe que eu levo uma vida tranquila. É o meu jeito. O programa aconteceu e foi muito bom, meu Instagram dobrou de seguidores. A Maisa não tem nada contra minha pessoa nem eu contra ela. Depois do programa Silvio Santos eu a encontrei no camarim e conversamos", apontou.

 

Marcão do Povo foi demitido após acusação de racismo

No início do ano, enquanto era apresentador da edição do Distrito Federal do "Balanço Geral", o jornalista chamou Ludmilla de "pobre macaca". Ao se defender afirmou ter usado um vício de linguagem e negou ser racista. Mesmo assim acabou demitido da RecordTV Brasília. Em seguida, Silvio Santos contratou Marcão enquanto a emissora rival foi condenada a veicular mensagens contra o racismo.

TOPO