Brincando na Praça 2019
Variedades

Lipoaspiração é indicada para redução de medidas

Há apenas dois meses para a chegada do verão, as mulheres e os homens estão de olho no “projeto” que dá nome à estação. Academia, dietas e até lipoaspiração tem entrado nos planos de quem pretende ficar em forma para exibir o corpo em praias e piscinas.

No entanto, ainda há tempo para realizar intervenções cirúrgicas? A resposta, segundo o cirurgião plástico Tiago André Ribeiro, é “sim”. Porém, um alerta: lipoaspiração não é sinônimo de emagrecimento, mas de redução de medidas.

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

“A quantidade de gordura que pode ser retirada em um procedimento de Lipoaspiração – que trata da gordura existente na parede abdominal – não deve ultrapassar os 5% do peso corporal”, explica. “Quando existe o sobrepeso, o acúmulo de gordura vai além desta parede e se torna intra-abdominal. Pacientes nesta condição devem diminuir o peso previamente para, depois, se submeter ao procedimento”, completa. 

Prepare-se para a cirurgia

De acordo com Ribeiro, no momento em que o paciente agenda o procedimento ele assume um compromisso em realizar os cuidados pré-operatórios. “A ingestão de medicamentos contendo ácido acetilsalicílico, comumente encontrados em pílulas para dores de cabeça, vitamina E, complexos vitamínicos e, até mesmo, a medicação homeopática ou floral deve ser evitada”, ressalta o médico.

“Algumas fórmulas interferem no processo de coagulação e causam sangramentos”, detalha. Ao mesmo tempo, medicamentos para emagrecimento e o uso de substâncias como álcool e tabaco devem ser banidos da rotina do paciente até 60 dias antes da cirurgia. “No caso das mulheres, a menstruação não impede a realização da cirurgia, mas o melhor é programar-se para a realização do procedimento fora do período menstrual”, indica. 

Recuperação adequada

Logo após a cirurgia é recomendado o uso de roupas de algodão de fácil retirada, ou seja, com botões. Modeladores cirúrgicos – indicados pelo médico – materiais para a troca dos curativos e os medicamentos prescritos também devem ser providenciados.

“A realização de sessões de drenagem linfática também será necessária”, salienta. “Os cuidados com a alimentação e os exercícios de menor impacto devem entrar na lista de procedimentos. A recuperação total pode levar de 30 a 90 dias”, conclui.

TOPO