Variedades

Queimadores de gordura, termogênicos exigem cuidados no consumo

Divulgação

Você já deve ter ouvido falar dos termogênicos. Eles são substâncias que atuam na aceleração do metabolismo e na perda de calorias. Isso acontece em um processo chamado lipólise, que realiza a quebra de gordura para a geração de energia.

Casa do Eletricista – Clorador Agosto

Em moda nas academias, essas substâncias são estimulantes para a prática de exercícios, mas nem sempre são ingeridas da forma adequada e com orientação de profissionais. Os principais deles dizem respeito à cafeína, ao chá verde, à efedrina (proibida no Brasil e Estados Unidos) e a alguns óleos específicos, como de coco e de chia. Os dois primeiros são os mais comuns nos suplementos.

Algumas dessas substâncias ajudam a bloquear a leptina no sistema nervoso, hormônio relacionado à sensação de saciedade. Essa possibilidade para a perda de peso é válida, mas deve seguir alguns cuidados no consumo para não causar danos à saúde do praticante de atividade física.

O que esperar da ação no corpo

Os termogênicos geram algumas reações fisiológicas que podem ser percebidas ou não pelo praticante. A primeira delas é a aceleração dos batimentos cardíacos: como ela acontece na medida certa com uma administração orientada, tende a gerar benefícios (o sangue flui mais intensamente e os nutrientes alcançam células e tecidos de forma efetiva).

Após a ingestão, há também o início de um processo chamado glicogenólise. Basicamente, remete à quebra dos polissacarídeos que liberam energia, ou seja, garante mais ânimo na hora de fazer um treino. Por fim, a broncodilatação é responsável por garantir um armazenamento maior de oxigênio. Isso resulta em um rendimento otimizado, especialmente nos treinos aeróbicos – aqueles que mais exigem fôlego.

Cuidados na administração da substância

Um dos principais problemas deles são as reações adversas relacionadas à superdosagem. Muitos praticantes de atividades físicas têm aderido ao excesso de ingestão para tentarem obter resultados rápidos na queima de gordura, mas isso não acontece e os efeitos podem ser desastrosos.

Os batimentos, que aumentam na medida certa com a dosagem necessária, nesse caso, geram um aumento excessivo da frequência cardíaca. Arritmia e até parada cardíaca são decorrentes desse nível de estresse físico.

Nesse sentido, outro problemas comuns estão associados ao perfil inadequado do indivíduo. Quando não há consulta prévia, especialmente um check-up, doenças silenciosas, como a hipertensão, podem se manifestar como resposta à substância que seria contraindicada.

Principais dúvidas sobre o uso

Os termogênicos são administrados via oral por meio de comprimidos. O período mais adequado para a ingestão é antes dos treinos, especialmente porque eles garantem mais energia.

Como o seu principal ingrediente é a cafeína concentrada, muitos pensam que o uso comum do café garantiria os mesmo efeitos. Mas, devido à concentração baixa, seria difícil alcançar resultado similar sem danos ao sistema gástrico.

Para os sedentários, infelizmente, aí vai uma má notícia: não é possível perder peso apenas com o uso da substância. A atividade física precisa estar associada para a percepção de resultados, especialmente para quem não deseja entrar no ciclo do efeito sanfona.

TOPO