Copagril
Variedades Assunto tabu

Silvia Poppovic e Lacombe batem boca ao vivo sobre a morte de Ágatha

Foto: Divulgação/Record TV

Silvia Poppovic e Ernesto Lacombe bateram boca ao vivo sobre a morte de Ágatha Felix, de 8 anos, vítima de uma bala de fuzil dentro de uma Kombi na comunidade da Fazendinha, no Complexo do Alemão, na última sexta-feira, 20.

Os apresentadores do “Aqui na Band”, falavam sobre os desdobramentos do caso.
“Terrível essa história, terrível essa política de segurança que não pensa em resguardar a vida da população e sai atirando assim. É isso que acontece. É triste mesmo, é lamentável”, disse Silvia.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

Lacombe então rebateu: “Eu acho ainda um pouco precipitado dizer o que aconteceu. Ainda será feita uma perícia. Eu vejo as pessoas se voltando contra o trabalho da polícia. Eu lembro que, nos anos 80, Leonel Brizola, então governador do Rio, proibiu a polícia de subir nas comunidades. A polícia tem que tomar todo o cuidado para atuar, a vida de inocentes, mas a polícia não pode deixar de atuar nessas áreas. Os traficantes estão nessas comunidades exatamente porque ali eles estão protegidos por pessoas inocentes. Então é muito complicado acusar sempre a polícia”.

Poppovic ficou visivelmente incomodada com as afirmações do colega e o rebateu: “Eu não estou acusando a polícia do Rio de Janeiro, eu estou acusando a política de segurança pública do estado, que permite a polícia a atirar na cabecinha, como disse o governador. Quando existe uma política agressiva, de matar quem está na frente, acontece esse tipo de desgraça”.

Na sequência, Lacombe interrompe a apresentadora e afirma: “A gente não sabe realmente se foi a polícia. A gente sabe que os traficantes se protegem. Como acontece na Palestina. Os palestinos se protegem colocando na linha de frente mulheres e crianças”, disse ele.

Irritada, Poppovic questiona Lacombe: “Você acha que foi isso que aconteceu?”.

O colega então respondeu: “Eu não sei, quero esperar. Eu não sou perito. Eu quero aguardar”, afirmou.

Silvia Poppovic não acredita no que ouve e dispara: “Essa história, para quem é carioca… Me admira muito, Lacombe, você não estar emocionado com essa história”, alfinetou ela.

Lacombe segue defendendo a política do governador Wilson Witzel (PSC) e conclui dizendo: “Os índices de violência no Rio tem caído com a atuação mais eficaz da polícia”.

Ainda sem crer no que ouvia, Silvia encerra a discussão complementando a última frase do colega: “As custas de vidas inocentes”.

 

Com Catraca Livre

TOPO