Ford Ka 2020
Variedades

Tarcísio Vanderlinde lança livro em evento na Unioeste

O professor doutor Tarcísio Vanderlinde lança na semana que vem o livro “Mazal Tov: uma experiência liminar na Terra Santa”, escrito após estudos e experiências vividas durante sua visita a Israel. A obra será apresentada durante a realização do projeto de extensão “Uma viagem à Terra Santa”, promovido pelo Laboratório de Pedologia e Geologia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), campus de Marechal Cândido Rondon, de segunda (11) a quarta-feira (13).

O evento terá duas atividades complementares encabeçadas por Vanderlinde. Uma delas será a palestra “Uma viagem à Terra Santa: geografia, história e percepção”, proferida pelo professor com base em seu livro “Mazal Tov: uma experiência liminar na Terra Santa”, que será lançado no debate. A palestra será ministrada na segunda-feira, às 21h15, no auditório 2 (ao lado do Restaurante Universitário).

Casa do eletricista TRATAM. E ACESS.

A outra atividade será a exposição “Viagem à Terra Santa”, a qual ocorrerá de segunda a quarta-feira na sala anexa à biblioteca, no período matutino e vespertino. A exposição será complementada por uma coleção de amostras de rochas, sedimentos e fragmentos vegetais coletadas em Israel, Jordânia e Egito.

 

INSPIRAÇÕES

De acordo com Vanderlinde, o cuidado técnico e teórico na elaboração do livro não obedeceu uma linha ortodoxa, mas foi fiel às fontes utilizadas. “Além das fontes impressas ou virtuais, que corriqueiramente sustentam as pesquisas, imagens, oralidade e intuição foram recursos bastante utilizados na elaboração do texto. A percepção geográfica se mescla com a fé de quem fez o campo de estudos”, menciona o autor, enaltecendo que as conclusões pontuadas por ele na obra não devem ser vistas como dogmas. “Muitas vezes aparecem conclusões pessoais decorrentes de leituras e da experiência de pôr o pé na terra de Israel que podem não ser compartilhadas por todos. Neste sentido, dizemos aos leitores que arremates estão abertos ao contraditório e passíveis de aperfeiçoamento”, enfatiza.

Entre os textos que motivaram a materialização do livro, Vanderlinde diz que merecem destaque “Israel em Abril”, de Érico Veríssimo; “Uma esperança de paz”, de Sandy Tolan; “O palco da história, de Efraim Rushanky; O diário de viagem de D. Pedro II; e a Bíblia Arqueológica (NVI). “Com Efraim Rushansky, doutor em História pela universidade hebraica de Jerusalém, por sinal, tivemos o privilégio de conviver e aprender sobre muitas ocorrências inéditas nas andanças por Israel”, enaltece.

Confira a matéria completa na edição impressa desta sexta-feira (08).

TOPO