Ecoville – Maior rede de limpeza
Variedades Turnê pelo Oeste

“Thiltapes, a Caçada Final” será apresentado em nove municípios da região

Apresentações do espetáculo teatral começam na terça-feira (17), em Entre Rios do Oeste. Em Marechal Rondon peça será encenada na quarta (18) (Foto: Divulgação)

A Curto Arte Produtora e Companhia de Teatro fará uma turnê pelo Oeste paranaense com o espetáculo “Thiltapes, a Caçada Final”. As apresentações iniciam na semana que vem e contemplam os municípios de Entre Rios do Oeste (dia 17), Marechal Cândido Rondon (dia 18), Pato Bragado (dia 19), Mercedes (dia 20), Toledo (dia 21), Quatro Pontes (dia 22), Santa Helena (dia 23), Nova Santa Rosa (dia 24) e Medianeira (dia 25).

Em Marechal Rondon, a atração humorística “Thiltapes, a Caçada Final” será apresentada na Casa Cultural, junto ao Parque de Exposições, a partir das 20 horas. A peça chega ao município com o apoio da prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura, além de empresas parceiras.

Casa do eletricista PRESSURIZADORES

Os ingressos para o espetáculo podem ser adquiridos de forma antecipada ao valor de R$ 30, na Assemar (prefeitura) ou no Supermercado Super Favorito. No dia da atração, o valor do ingresso será de R$ 60; estudantes e idosos pagam meia-entrada.

A peça “Thiltapes, a Caçada Final” surge a partir de pesquisas realizadas pelo escritor, ator e diretor da companhia, Carlos Alberto Klein. O processo levou em consideração relatos de imigrantes alemães, livros e filmes que serviram de base para o projeto Raízes – visando buscar a identificação com a etnia alemã e seus costumes – a partir do qual foram estruturados espetáculos como “A Sapataria”, “Natal na Colônia”, “Esperando o Thiltapes” entre outros.

Segundo relatos e registros, o Thiltapes é um animal imaginário utilizado pelos imigrantes para pregar peças nas crianças ou recém-chegados às comunidades. A ideia da caçada era deixar o tempo passar e se divertir com a inocência dos caçadores novatos em acreditar na aventura. Com o passar do tempo, a caça ao bicho foi sendo esquecida e é neste aspecto que o projeto Raízes ganha força, conectando as novas gerações às histórias, lendas e tradições de seus antepassados.

Miro e Nêne, interpretados por Cristiano Luis Schenkel e Odair Weisheit, são amigos inseparáveis e representam os últimos caçadores de “thiltapes” do momento. Enfrentando muitas mudanças na colônia, seu Edwino, pai de Nêne – interpretado por Carlos Alberto Klein – se esforça para continuar vivendo na colônia e ter mais renda com a agricultura familiar para garantir a formação acadêmica dos filhos: Tereza e Nêne. A diversão é garantida pelo trio que representa muitas situações cotidianas da vida na colônia.

 

O Presente

TOPO