Ecoville – Maior rede de limpeza
Esportes

Brasil chega à 8ª vitória seguida e se classifica para a Copa do Mundo

Divulgação/MoWa Press/Pedro Martins
Philippe Coutinho comemora o primeiro gol do Brasil no jogo

A seleção brasileira venceu por o Paraguai por 3 a 0, nesta terça-feira (dia 28) à noite, em São Paulo, pela 14ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. E é o primeiro a estar 100% garantido na Copa do Mundo, na Rússia. A confirmação da vaga veio horas depois do jogo com o Paraguai, já na madrugada desta quarta-feira (29), pelo horário de Brasília. Foi quando o Peru bateu o Uruguai por 2 a 1, em Lima.

Casa do eletricista PRESSURIZADORES

Faltando quatro rodadas para o fim do classificatório, o Brasil tem 33 pontos e, matematicamente, não pode terminar fora das quatro primeiras colocações, que dão vaga direta para a Copa. A Argentina, atual 5ª colocada, tem 22 pontos e na próxima rodada enfrenta o Uruguai, que caiu para 3º lugar, com 23 pontos. Um deles, necessariamente, não passaria à frente do Brasil.

A próxima rodada das Eliminatórias ocorrerá apenas em 31 de agosto.

O Brasil ainda jogará contra o Equador (em casa), Colômbia (fora), Bolívia (fora) e Chile (casa).

 

TÉCNICO
Esse foi o 8º jogo do técnico Tite no comando da seleção brasileira. Ele soma 8 vitórias.

 

ARTILHEIRO
Neymar marcou um dos gols do Brasil na partida e segue como quarto maior artilheiro da história da seleção, com 52 gols em 77 partidas. Ele só fica atrás de Pelé (77 gols em 92 jogos), Ronaldo (62 em 99) e Romário (55 em 70). Já ultrapassou Zico (48 gols em 71 jogos).

Os outros gols do Brasil no jogo foram do lateral-esquerdo Marcelo e do meia-atacante Philippe Coutinho.


RETROSPECTO
O Brasil ampliou sua vantagem nos confrontos com o Paraguai. Foram 79 duelos, com 47 vitórias brasileiras e 21 empates. Os paraguaios venceram 11 vezes.

 

ESCALAÇÃO
Tite não contava com o atacante Gabriel Jesus, lesionado, e com o lateral-direito Daniel Alves, suspenso. A novidade na lateral foi Fagner. No ataque, Roberto Firmino foi mantido ele já havia substituído Gabriel Jesus na partida de quinta-feira, contra o Uruguai. O esquema tático foi o 4-1-4-1 de sempre. O Paraguai jogou no 4-2-3-1.

 

PRIMEIRO TEMPO
O jogo foi amarrado e trucando no primeiro tempo. Mas a qualidade individual e a boa organização tática do Brasil prevaleceu. Aos 33, a seleção fez 1 a 0. Coutinho recebeu na direita, tabelou com Paulinho, que devolveu de calcanhar. Coutinho chutou no canto.

 

SEGUNDO TEMPO
O Paraguai perdeu o controle do jogo e passou a errar demais na marcação. O jogo ficou fácil para o Brasil. Aos 5, Neymar caiu ao dividir com Paulo da Silva. O árbitro errou e marcou pênalti. Neymar cobrou fraco, no canto, e o goleiro defendeu. Mas, aos 18, Neymar fez 2 a 0 em bela jogada individual. Ele partiu da ponta-esquerda, invadiu a área e chutou colocado. Aos 40 minutos, Marcelo fechou o placar, tocando por cobertura, após receber belo toque de calcanhar de Paulinho.

TOPO