Ecoville – Maior rede de limpeza
Esportes

Hamilton é pole em Interlagos e Massa tem sua pior posição de largada

Divulgação

O inglês Lewis Hamilton obteve a pole position do GP Brasil de F-1 neste sábado (12), em uma sessão que os pilotos brasileiros vão querer esquecer. Hamilton, que precisa da vitória para se manter em condições de pleitear o título, teve como melhor registro após três etapas de classificação 1min10s736. Logo atrás veio seu companheiro de equipe Mercedes e arquirrival Nico Rosberg, com 1min10s838. O finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, sairá da terceira posição. A largada da prova será dada às 14h deste domingo (13).

Casa do eletricista PRESSURIZADORES

Rosberg tem 349 pontos na classificação e pode ser campeão se vencer a corrida ou até mesmo se não chegar em primeiro, mas ficar posições à frente de Hamilton — que tem 330 pontos. O alemão venceu o GP em São Paulo nas últimas duas temporadas. Hamilton jamais ganhou uma corrida no Brasil.

A sessão classificatória foi desanimadora para os brasileiros. Felipe Massa parou na segunda parte do qualificatório e largará neste domingo (13) da 13ª posição. Prestes a se aposentar, será a última vez que disputará o GP Brasil de F-1. Trata-se da pior posição de largada de sua carreira em São Paulo, inferior até mesmo à que obteve em seu ano de estreia na categoria, em 2002, quando foi 12º. “A primeira volta foi a mais tranquila que eu dei. Na segunda senti algo errado com o pneu dianteiro”, disse Massa. “É uma pena, porque eu estava bem empolgado depois da primeira saída, e achei que as coisas iam funcionar”, lamentou. “Vamos nos preparar para qualquer tipo de condição [climática] amanhã [neste domingo]”, complementou o piloto paulista, que triunfou em Interlagos em 2006 e 2008 — foi pole nesses dois anos e também em 2007.

Felipe Nasr foi o piloto com pior desempenho e largará da última posição (22º lugar). Na sexta-feira (11), o brasiliense havia dito que esperava um bom final de semana para finalizar uma temporada na qual ainda não obteve pontos. Ele ainda não sabe se permanecerá na F-1 no próximo ano, já que apenas a sua equipe (Sauber) e a Manor têm vagas disponíveis. Nasr afirmou que sua prioridade é continuar na Sauber.

As condições do circuito de Interlagos neste sábado eram bem diferentes das de sexta, quando os termômetros superaram os 30ºC. Antes da classificação, a umidade do ar estava em 83%, e a temperatura na casa de 19ºC. A chuva, insistente, ia e voltava, quase sempre como garoa. “É o que tinha para hoje”, resignou-se Nasr, em entrevista à TV Globo logo após deixar a pista.

TOPO